Esportes

Árbitros brasileiros trazem atuações diferentes em suas estreias na Copa

Ex-árbitro e comentarista, Sandro Meira Ricci pontua as atuações iniciais de Raphael Claus e Wilton Pereira Sampaio como distintas; o árbitro catari Al Jassim também esteve na análise.

3 min de leitura
22 Nov 2022 - 11h02 | Atualizado em 22 Nov 2022 - 11h02

O ex-árbitro de futebol e comentarista de arbitragem Sandro Meira Ricci, através do Ge, trouxe para o leitor a análise criteriosa e critica sobre a arbitragem brasileira na atual Copa do Mundo no Catar, nela você pode compreender o desempenho de Raphael Claus e Wilton Pereira Sampaio, assim como também do catari Al Jassim.


Juíz. (Foto: Reprodução/Pixabay)


Devido ao investimento e estrutura de peso realizado pela Fifa na arbitragem da Copa do Mundo, com foco no VAR, é difícil termos grandes escândalos ou qualquer que seja a natureza crítica envolvendo decisões arbitrais, o que se pode ter, para Ricci, é, na verdade arbitragens regulares, boas e muito boas (assim classificadas em sequência de importância), resumindo as partidas apitada nessa segunda-feira (21).

Raphael Claus foi o primeiro, obteve algumas polêmicas que foram subtraídas pelo resultado da partida e a goleada inesperada da Inglaterra sobre o Irã. Aos 3’, o agarrão feito pelo zagueiro iraniano Cheshmi em Maguire, no qual abraça o adversário, mas somente depois de ser agarrado, e ambos caíram ao chão; a contraposição do VAR nasce a partir desse ponto – enquanto o placar ainda estava 0 a 0 – cujo não levou o mesmo critério quando o zagueiro inglês Stones segurarou a camisa do iraniano Pouralignaji que supostamente se jogou e foi atrás do pênalti. Em resumo, o VAR uruguaio, Leodan Gonzalez, não ajudou Claus e o placar o salvou.

 

Posterior a Claus, vem a campo Wilton Pereira Sampaio, que apitou a partida nivelada de Holanda e Senegal, a partida foi de nível menor e Wilton terminou em uma arbitragem excelente e sem polêmicas.

 

Marcando o último jogo do dia, EUA x País de Gales, o catari Al Jassim teve sua estreia com uma boa arbitragem, mas que mesmo assim dividiu opiniões e trouxe contestação de ambos os times. Jassim não soube "manusear" o jogo com prevenção e presença física – assim colocado por Ricci – tendo que renunciar aos cartões, como pôde ser visto no primeiro tempo. Ao fim, deu o pênalti correto para o País de Gales, que empatou e deu ponto final a partida.

 

Foto Destaque: Árbitro. Foto: Reprodução/Pixabay. 

Deixe um comentário

Lorena Bueri CEO, Lorena Bueri, madrinha perola negra lorena bueri, lorena power couple, lorena bueri paparazzi, Lorena R7, Lorena Bueri Revista Sexy, Lorena A Fazenda, Lorena afazenda, lorena bueri sensual, lorena gata do paulistão, lorena bueri gata do paulistão, lorena sexy, diego cristo, diego a fazenda, diego cristo afazendo