Notícias

Após vazamentos na linha que leva gás da Rússia para Europa, União Europeia diz que protegerá sistemas de energia

Gasodutos têm sido alvo de uma crescente guerra energética que elevou os preços e provocou uma busca por suprimentos alternativos. Os europeus gastaram bilhões de dólares construindo a linha que leva o gás da Rússia para a Europa.

3 min de leitura
28 Set 2022 - 20h15 | Atualizado em 28 Set 2022 - 20h15

Nesta terça-feira (27), um vídeo mostrando bolhas subindo para a superfície acima dos gasodutos que levam gás da Península Yamal, na Sibéria Ocidental, diretamente para a Alemanha, foi divulgado pelas forças armadas da Dinamarca. Três vazamentos atingiram a linha do Nord stream 1 e 2, que se localizam no Mar Báltico, mas nenhum dos sistemas estava em operação na descoberta do vazamento. 

O  caso pode aumentar a crise energética e os preços, já que dificulta  a expectativa de que a Europa possa receber o gás russo até o inverno. A Europa ainda está investigando o vazamento e não descarta a possibilidade de uma sabotagem. Segundo a agência Reuters, Josep Borrell, chefe da União Europeia, afirmou que qualquer interrupção deliberada da infraestrutura energética europeia é "totalmente inaceitável" e será recebida com uma resposta "robusta e unida"


Gráfico sobre do vazamento do gás. (Imagem:G1)


A maior economia da Europa, a Alemanha, tem sido alvo de uma guerra energética relacionada a dependência do gás, que tem influenciado nas decisões dos líderes mundiais. A produção do petróleo e exportação do gás natural faz com que a Rússia ganhe destaque nesse cenário, enquanto os países europeus estão em evidência como os maiores importadores dos combustíveis fósseis russos. 

Quando a Casa Branca foi questionada sobre uma possível retaliação, foi cautelosa e reconheceu preocupação em relação à infraestrutura crítica dos aliados da Otan: "Não quero me antecipar à investigação", disse a porta-voz da Casa Branca, Karine Jean-Pierre, de acordo com informações fornecidas pela Reuters.

Um ano antes de suspender completamente os fluxos do gás para a Europa, a Rússia já havia diminuído esse fornecimento, com o motivo de que as sanções ocidentais estariam causando dificuldades técnicas. Alguns políticos europeus dizem que essa foi apenas uma desculpa para deixar de fornecer o gás. O Banco Central da Alemanha estimava em Abril que a interrupção total poderia significar cinco pontos percentuais na perda de produção econômica.

Foto de capa: reprodução CNN.

Deixe um comentário

Lorena Bueri CEO, Lorena Bueri, madrinha perola negra lorena bueri, lorena power couple, lorena bueri paparazzi, Lorena R7, Lorena Bueri Revista Sexy, Lorena A Fazenda, Lorena afazenda, lorena bueri sensual, lorena gata do paulistão, lorena bueri gata do paulistão, lorena sexy, diego cristo, diego a fazenda, diego cristo afazendo