Após ser acusada por neta de fã idosa, Anitta se pronuncia

Publicado 15 de Jan de 2021 às 00:17

A cantora Anitta usou nesta quinta-feira (14), sua conta do Twitter para se pronunciar sobre o processo que dona Ilza, uma fã de 72 anos, abriu contra ela pelo uso de sua imagem no documentário da carioca na Netflix, chamado “Made in Honório".


A cantora se manifestou em seu Twitter após a polêmica nas redes sociais.(Foto:Reprodução/Twitter)


A cantora disse que sua produção tem autorização dela para uso de imagem, e também afirmou isso a seus seguidores com apenas uma frase: “Sim. Temos autorização. Boa noite”. Em nota, Anitta afirmou que ainda não foi notificada judicialmente sobre o fato que tomou as redes sociais e deixou internautas fervorosos.


Em uma conta do Instagram, a equipe de Anitta se pronunciou sobre o caso.(Foto:Reprodução/Instagram)


No entanto, a família de dona Ilza alega que não houve autorização do uso de imagem, e que o documentário passa a ideia de que a idosa invadiu a casa da cantora. Em “Made in Honório”, a mãe de Anitta afirma que deixou a fã entrar em sua casa porque achou que ela estava trabalhando no figurino de um show. Na ocasião, Anitta encontra a senhora sentada em seu sofá, e exclama: “Gente, o que tia Ilza está fazendo aqui dentro?”

Gabriela Pinheiro, neta de dona Maria Ilza, diz que a avó estava internada na UTI após ter contraído a Covid-19 quando o documentário foi lançado e, por esse motivo, a família não havia se pronunciado antes. Segundo ela, a idosa soube do caso e teve seu quadro de saúde agravado, ficando ainda mais agitada e ansiosa.


Gabriela se manifesta em defesa de sua avó e fã de Anitta.(Foto:Reprodução/Instagram)


“Não falei antes porque minha avó estava no hospital, lutando pela vida dela, na UTI, com Covid. Na internet estão tachando a minha avó como se ela tivesse invadido a casa dela [Anitta], o que não aconteceu. E ainda vincularam a imagem dela sem autorização. Um absurdo. Enquanto ela estava no hospital, lutando pela vida, várias pessoas fazendo minha avó de chacota. Não vou aceitar isso”, começou Gabriela.

“Ela sempre fez tricô para a Anitta e sempre entregou para ela. A Anitta ia até ela, conversava com ela, sentava no colo dela e já usou até um gorro da minha vó em programa de TV. Vocês acham que uma senhora, de 72 anos, recém-operada do joelho ia conseguir invadir um condomínio de luxo? É no mínimo muito absurda essa história. A mãe da Anitta deixou ela entrar. Na Netflix, a mãe da Anitta fala que ela invadiu a casa. Isso não existe. Ela foi levar um presente, autorizaram a entrada dela e ela entrou. Minha avó não sabia que estava sendo filmada”, finalizou ela.


Gabriela fala sobre polêmica e sai em defesa de dona Ilza.(Vídeo:Reprodução/YouTube)


A família de dona Ilza critica a atitude da cantora também afirmando que Anitta fez “pouco caso” do casaco que a idosa tricotou para a cantora, deixando-o de lado na gravação do documentário. Além disso, Mariá, filha da idosa, alega que ficou decepcionada com a cantora após a polêmica, dizendo ainda, que toda a situação deixou dona Ilza, que ainda se encontrava internada, totalmente abalada. “Foi bater no ouvido da minha mãe internada. Deixou ela muito ansiosa. Vi minha mãe soltar lágrimas. Não precisava! Por que a Anitta foi fazer isso? Minha mãe sempre a amou”.

Leia mais: A patroa tá on: Anitta quer um novo amor para 2021 e explica sua falta de posicionamento político

Anitta não falou mais sobre o assunto até o presente momento, apenas deixou claro que teria sim autorização para o uso de imagem da idosa. Mais tarde, a cantora usou sua conta do Instagram para falar sobre a falta de oxigênio em Manaus e sobre um prêmio no qual está concorrendo. 

(Foto destaque: Anitta. Reprodução/Netlfix)

Deixe um comentário