Notícias

Após acidente, turismo de Capitólio teme a possível falta de visitações na cidade

O turismo de Capitólio teme o impacto da tragédia na visitação da cidade. Guias turísticos temem que a pessoas sintam medo e insegurança de visitar os Cânions após acidente.

3 min de leitura
09 Jan 2022 - 16h51 | Atualizado em 09 Jan 2022 - 16h51

Depois da trágedia que aconteceu no sábado (8), guias turísticos da região de Minas Gerais dizem que as pessoas terão medo de fazer os tradicionais passeios nos cânions de Capitólio, temendo novos episódios como o ocorrido. O local será analisado por questões de segurança, porém a cidade teme que turismo seja prejudicado.

Um dos principais destinos turísticos de Minas Gerais possívelmente sofrerá um grande impacto na visitação de turistas, como consequência do acidente, que aconteceu no fim da manhã de sábado (8), por volta de 12h30min. No local, havia lanchas e turistas no local, queforam atigindos por um deslizamento de parte dos cânions, no Lago de Furnas.

De acordo com infomações do Corpo de Bombeiros da região, Foram 4 lanchas atigindas, com pelo menos 34 pessoas a bordo. Até o momento, foi informado que houve 10 vitimas fatais, entre elas 4 mulheres e 4 homens . As equipes de buscas não veem mais possibilidade de desaparecidos. As buscas continuam para encontrar outros fragmentos deixados do local.


 

Lago de Furnas Capitólio-Minas Gerais (Foto: Reprodução/Zarpo)


"As pessoas terão medo de visitar os cânions,por insegurança e medo de outros desmoronamentos". diz um guia turístico da região. Capitólio é um destino muito procurado por turistas, principalmente nessa época do ano. A procura aumentou após a grande parte da população já estar vacinada contra Covid-19.

Na cidade, os passeios de lancha são os mais procurados, pois levam os visitantes à famosa paisagem paradisíaca dos cânions, e os barcos precisam fazer rodízio para que não haja congestionamento. Os cânions estão entre os pontos mais disputados do turismo no brasil. No entorno dessas formações naturais a diversão nas lanchas é garantida, regada de som alto, bebidas e muitas selfies. Coletes salva vidas até existem nos barcos, mas é raro ver alguém usando, inclusive crianças.

 

Foto Destaque: Lago de Furnas Capitólio-Minas Gerais. Reprodução/Destinos notáveis

LEIA MAIS

Deixe um comentário