Reality

Any Borges é a campeã da primeira edição da ‘Ilha Record’

A DJ conseguiu acumular 567 pedras, enquanto Pyong Lee ficou com apenas 483 no total. Any Borges leva R$ 500 mil pra casa, prêmio final da 'Ilha Record'

3 min de leitura
10 Set 2021 - 01h36 | Atulizado em 10 Set 2021 - 01h36

Com uma disputa acirrada, Any Borges levou a melhor e venceu a primeira temporada da ‘Ilha Record’, na qual ela estava competindo com Pyong Lee. A DJ conseguiu o número maior de pedras, encontradas na dinâmica final do programa e levou pra casa o prêmio de meio milhão de reais dado pelo reality.

Depois de comemorar sua vitória com seus aliados, Any ainda fez uma “zoação” com seu adversário, repetindo uma fala usada pelo mesmo em um dinâmica de votação, ainda na vila. “Pyong Lee, você sabe que você jogou pra caramba, né? Mas não foi dessa vez. Xeque-mate em você”, falou ela.



A grande final do reality foi exibida ao vivo com todos os participantes, menos o finalista Pyong Lee que testou positivo para a Covid-19 e participou do último episódio do reality, de casa. A dinâmica de votação final feita para o público teve que ser alterada, pois informações importantes com relação ao número de pedras que cada participante conseguiu pegar na última competição na ilha foi vazada, sendo assim feita uma nova dinâmica de votação.

“A votação das pedras ia funcionar assim: você ia no R7 e ia escolher uma das pedras amarela, azul ou rosa. A mais votada ia valer três pontos, a outra ia valer dois e a menos votada ia valer um ponto. O que a gente não esperava é que a informação das cores, que beneficiam os finalistas, iria ser revelada antes de a final começar”, disse a apresentadora Sabrina Sato que, logo anunciou a nova forma de escolha do público.



“A gente faz alguns ajustes. Agora, a votação vai ser assim: dentro dessas caixas tem A, B e C. A pedra que estiver dentro da caixa mais votada vai valer 3 pontos, a que estiver dentro da segunda mais votada vai valer dois pontos e a que estiver na menos votada vai valer um ponto. Esse valor vai ser multiplicado pela quantidade de pedras que cada finalista acho, então teremos a final”, finalizou Sabrina.

https://lorena.r7.com/post/Confira-os-7-nomes-confirmados-em-A-Fazenda-13

https://lorena.r7.com/post/Pyong-Lee-participa-da-final-da-Ilha-Record-de-casa-por-testar-positivo-para-Covid-19

https://lorena.r7.com/post/Pela-quarta-vez-consecutiva-The-Voice-Kids-e-indicado-ao-Emmys

Any Borges, ao final da nova votação do público feita durante a exibição do programa, conseguiu 567 pedras enquanto Pyong ficou com apenas 483. O hipnólogo e seus aliados ficaram chateados com a derrota, pois ao longo do jogo, foi à equipe de Pyong que conseguiu o maior número de vitórias nas competições feitas na vila. Apesar de suas valiosas estratégias o influencer acabou não levando a melhor.

Mirella Santos fica em segundo lugar

A dançarina Mirella Santos, após a votação do público, ficou em segundo lugar com 79,33% dos votos e levou pra casa R$ 250 mil. Qualquer participante pode competir o segundo lugar do reality, mas, ao longo do programa os menos votados foram sendo eliminados.



Quem ficou com o maior número de votos foi Mirella e Nadja que chegaram a pedir votos para o público nos últimos minutos de votação. A gêmea lacração acabou levando a melhor e com vantagem de votos, já que Nadja ficou com apenas 20,67% dos votos. 

 

(Foto destaque: Any Borges é campeã da primeira edição da ‘Ilha Record’. Reprodução/Twitter)

Deixe um comentário