Saúde

Anvisa determina o recolhimento de lotes de Losartana

A losartana é popularmente conhecida no país e no mundo, a medida determina o recolhimento de lotes da medicação no Brasil a fim de prevenir efeitos detectados através de testes recentes.

3 min de leitura
25 Jun 2022 - 09h45 | Atualizado em 25 Jun 2022 - 09h45

A Agência Nacional de Saúde determinou o recolhimento de lotes de medicamentos que contém losartana na sua composição. A decisão é uma medida preventiva, segundo a Anvisa. Foi detectado através do uso de técnicas para detecção de impurezas, a concentração de uma impureza que pode causar mutações no DNA das células, se ingerida em grandes quantidades. 

Os pacientes hipertensos que fazem o uso de medicamento não devem interromper o tratamento prescrito anteriormente pelo médico, apesar da decisão. É recomendado que em caso de dúvidas, um profissional da Saúde seja consultado. Os lotes da medicação que foram mantidos no mercado são seguros e podem ser consumidos sem restrição (com a devida orientação médica).

Qualquer alteração no tratamento deve ser feita pelo médico que realiza o acompanhamento do paciente, já que os malefícios causados pela interrupção no tratamento da insuficiência cardíaca e da hipertensão arterial podem ser fatais para o paciente. 


Paciente com hipertensão (Foto: Reprodução/ Faculdades Faceres)


Segundo a agência, a medida de recolhimento é apenas por precaução, considerando que não existem dados concretos que a impureza detectadas causou riscos imediato aos pacientes. É importante ressaltar que a losartana integra um grupo de medicamentos seguros e eficazes no controle e tratamento da insuficiência cardíaca e hipertensão. Seu uso reduz os riscos de infarto e derrame. Atualmente, a losartana é o medicamento mais utilizado no país para tratar casos de hipertensão. 

Caso o medicamento esteja na lista que pode ser acessada através do site do Governo Federal, é possível realizar a troca do losartana contactando o Serviço de Atendimento ao Consumidor do laboratório fabricante do medicamento. Os meios de contato variam conforme o fabricante e devem ser consultados na bula e embalagem da medicação. Dentre os fabricantes presentes na extensa lista estão os laboratórios: Aché, Biolab Sanus, Brainfarma, Cimed, Eurofarma, Geolab, Teuto e Prati, Donaduzzi & Cia.

As farmacêuticas possuem um prazo de até 120 dias para realizar o recolhimento dos produtos conforme determinado pela Anvisa.

 

Foto destaque: Losartana Reprodução/ Folha de Boa Vista

Deixe um comentário

Lorena Bueri CEO, Lorena Bueri, madrinha perola negra lorena bueri, lorena power couple, lorena bueri paparazzi, Lorena R7, Lorena Bueri Revista Sexy, Lorena A Fazenda, Lorena afazenda, lorena bueri sensual, lorena gata do paulistão, lorena bueri gata do paulistão, lorena sexy, diego cristo, diego a fazenda, diego cristo afazendo