Cinema/TV

Ana de Armas não concorda com censura máxima em "Blonde"

De acordo com a atriz Ana de Armas, intérprete da icônica Marilyn Monroe na cinebiografia, filmes com tópicos mais explícitos obtiveram classificações mais moderadas.

3 min de leitura
01 Set 2022 - 09h00 | Atualizado em 01 Set 2022 - 09h00

Ana de Armas, atriz protagonista da cinebiografia de Marilyn Monroe, intitulada "Blonde", criticou a classificação recebida pela produção nos Estados Unidos, de acordo com informações publicadas pela revista "Variety", nesta quarta-feira (31). A publicação refere-se a entrevista que a cubana de 34 anos deu à "L'Officiel", revista de moda francesa, onde considerou excessiva a indicativa para maiores de 18 anos. Assim, "Blonde", será o primeiro longa original da plataforma Netflix, a receber essa classificação. Nos Estados Unidos, a NC-17, é a censura mais severa fornecida pela Associação de Cinema, onde fica determinado que pessoas abaixo de 17 anos, sob nenhuma condição, podem assistir ao filme.

 "Eu não entendi por que isso aconteceu. Eu poderia te listar várias séries e filmes muito mais explícitos, e com muito mais conteúdo sexual, do que Blonde", explicou Ana, ao comentar que filmes com conteúdo bem mais explícito, receberam classificações mais brandas. Admitindo que foi preciso abordar e incluir temas adultos e conteúdo sexual ao longa, devido a sua presença na vida de Marilyn, de Armas defendeu:  "Era importante mostrar esses momentos da vida dela, porque foram eles que a encaminharam para o fim que ela teve. Precisávamos explicar. Todo mundo [no elenco] sabia que teríamos que ir para lugares desconfortáveis, não fui só eu".


 

(Reprodução/YouTube)


Antes de se tornar oficial, tal fato já havia sido previsto anteriormente por Andrew Dominik, diretor do filme. “É um filme exigente. Se o público não gostar, isso é problema do público. [O filme] não está concorrendo a cargos públicos. É um filme NC-17 (para maiores de 18 anos) sobre Marilyn Monroe, é meio que o que você quer, certo? Eu quero ver a versão NC-17 da história de Marilyn Monroe.”, disse Andrew, além de revelar que a Netflix insistiu para que a editora Jennifer Lame fosse contratada para suavizar os excessos do filme baseado no livro de Joyce Carol Oates, onde ficção e realidade retratam a vida de Monroe.  

Selecionado para participar da programação do Festival de Veneza, a produção que no último mês ganhou seu primeiro trailer, terá sessões em cinemas da Itália antes de chegar ao streaming, o que ocorrerá no dia 28 de setembro. Bobby Cannavale (Homem-Formiga), Adrien Brody (O Pianista) e Julianne Nicholson (Mare of Easttown) fazem parte do elenco, além de De Armas. 

 



Foto Destaque: Ana de Armas  Reprodução/Netflix. 



Deixe um comentário

Lorena Bueri CEO, Lorena Bueri, madrinha perola negra lorena bueri, lorena power couple, lorena bueri paparazzi, Lorena R7, Lorena Bueri Revista Sexy, Lorena A Fazenda, Lorena afazenda, lorena bueri sensual, lorena gata do paulistão, lorena bueri gata do paulistão, lorena sexy, diego cristo, diego a fazenda, diego cristo afazendo