Notícias

Alto volume das chuvas deixa pessoas desabrigadas no Espírito Santo

Bairros e municípios do ES convivem com alto acúmulo no volume chuvas. O alto número de desalojados e desabrigados preocupa autoridades do estado.

3 min de leitura
03 Dez 2022 - 20h30 | Atualizado em 03 Dez 2022 - 20h30

O grande volume de chuvas em alguns estados tem causado graves estragos ao redor do Brasil. O Boletim Extraordinário da Defesa Civil do estado do Espírito Santo registrou nesse sábado (03) o elevado número de 2.478 pessoas desalojadas, além de 727 desabrigadas.

Cidades como Cariacica, Santa Leopoldina, Fundão, Viana e Serra foram alguma das cidades mais atingidas com as más condições climáticas que assolam o estado.
No município de Cariacica, houveram deslizamentos e alagamentos que impossibilitaram as pessoas de retornarem as suas casas no bairro Bubu. Em outros bairros do município foram registrados casos de deslizamentos e caso de pessoas ilhadas (com o desmoronamento de uma casa no bairro de Flexal II).
Mesmo com todos os danos materiais, não houveram mortos e tampouco feridos em estado grave.



Rua no município de Viana, um dos municípios atingidos pelas fortes chuvas no Espírito Santo. (Foto: Ricardo Medeiros)


Na cidade de Santa Leopoldina por sua vez, o rio que corta a cidade subiu sete metros e invadiu casas. Com isso houveram casos de pessoas que precisaram ser resgatadas por estarem ilhadas, além de casos como a queda de barreiras em alguns trechos da estrada.
Uma das regiões mais afetadas, a zona rural de Fundão contou com deslizamentos que interceptaram qualquer acesso de veículos à região. A queda de uma barreira de aproximadamente 50 metros bloqueou o trecho conhecido como Rota do Mirante, enquanto que a água da cachoeira que desce de Goiapaba-Açu transbordou e tornou complexo o acesso a 300 metros.

Com alto volume de chuvas registrado principalmente na região da Grande Vitória, o alerta foi ligado e o trabalho da Defesa Civil redobrado. Atitudes de precausão como evitar o acúmulo de lixo e entulhos próximo a barrancos (aliada a atenção a muros e paredes estufados e também a arvores, muro e poste inclinados) são pequenos atos que podem evitar problemas maiores como risco de ferimentos e mortes.

 

Foto Destaque: As chuvas entre novembro e o início de dezembro estão causando muito estrago no estado do Espírito Santo. (Foto: Ricardo Medeiros)

Deixe um comentário

Lorena Bueri CEO, Lorena Bueri, madrinha perola negra lorena bueri, lorena power couple, lorena bueri paparazzi, Lorena R7, Lorena Bueri Revista Sexy, Lorena A Fazenda, Lorena afazenda, lorena bueri sensual, lorena gata do paulistão, lorena bueri gata do paulistão, lorena sexy, diego cristo, diego a fazenda, diego cristo afazendo