Notícias

Alerta: 227 mil cartões de brasileiros estão à venda no mercado ilegal

Usuários de 140 países tiveram seus dados roubados e oferecidos ilegalmente a quem quisesse adquiri-los. A bandeira mais visada, por sua vez, foi a Mastercard. Na sequência, aparecem Visa e Elo

3 min de leitura
21 Jan 2022 - 10h32 | Atualizado em 21 Jan 2022 - 10h32

A empresa Nord/Vpn fez uma pesquisa que aponta que há um total de quatro milhões de dados à venda na dark web em todo mundo, entre os eles, 227mil são dos brasileiros. A Mastercard lidera mundialmente o ranking da bandeira mais furtada entre os cartões, seguido por, de Visa em 2° lugar e Elo que ficou em terceiro. Apesar do país não liderar o ranking, não significa que não seja o mais vulnerável. A nota divulgada é de 0,6, maior que os Estados Unidos, que lidera o pódio de roubos com 1,5 milhão de cartões.

A maioria dos cartões são usados na função crédito, aproximadamente 212,7mil, enquanto 11,8mil é disposto da função débito. Tanto no Brasil, quanto globalmente, a Mastercard é a bandeira mais roubada. No país 131,9 mil são Mastercard, 76,7 mil Visa e 4 mil Elo. Na função débito apareceram mais bandeiras. O primeiro lugar continuou com Mastercard (5,9 mil), acompanhada de Visa (2,5 mil), Hipercard (1,9 mil), Maestro (1,1 mil) e Elo (218 cartões).


Gráfico de bandeiras (Foto: Reprodução/TechTudo)



O mercado ilegal vende os cartões por um preço médio de US$9,70. Os brasileiros por US$6,54 (cerca de R$36). Para roubar as informações, os hackers desfrutam dos ataques de força bruta, método que consiste em quebrar senhas e outras formas de criptografia por meio de tentativa e erro.

“Desde 2014, temos visto um crescimento constante na fraude de cartões de pagamento ao redor do mundo. Decidimos verificar quanto custa um cartão de pagamento na dark web e por que há uma explosão no mercado negro deles”, diz Marijus Briedis, CTO da NordVPN. “E a resposta é que os hackers podem ganhar facilmente muito dinheiro com isso. Mesmo que um cartão custe apenas US$ 10 em média, um hacker consegue lucrar US$ 40 milhões ao vender uma única base de dados, como aquela que analisamos”.   

Saiba se proteger

Para evitar ter os dados vazados, os proprietários dos cartões precisam se ater a algumas dicas fundamentais, como o não compartilhamento das informações básicas, como o número do cartão e código de segurança, além da utilização de um cartão virtual para compras online. Outra recomendação é acompanhar sempre os extratos bancários para não ser surpreendido.

 

Foto Destaque: Mastercard é considerada mundialmente a bandeira mais roubada.Reprodução/TechTudo

Deixe um comentário

Lorena Bueri CEO, Lorena Bueri, madrinha perola negra lorena bueri, lorena power couple, lorena bueri paparazzi, Lorena R7, Lorena Bueri Revista Sexy, Lorena A Fazenda, Lorena afazenda, lorena bueri sensual, lorena gata do paulistão, lorena bueri gata do paulistão, lorena sexy, diego cristo, diego a fazenda, diego cristo afazendo