Notícias

STF toma decisão sobre maconha para uso pessoal

A votação sobre o uso da maconha foi adiada, porém, o voto de Alexandre de Morais já decidiu o impasse, restando apenas estipular a quantidade permitida para ser considerada posse.

07 Ago 2023 - 14h08 | Atualizado em 07 Ago 2023 - 14h08
STF toma decisão sobre maconha para uso pessoal Lorena Bueri

O Supremo Tribunal Federal (STF) já conta o voto de Luís Roberto Barroso, Edson Fachin, Alexandre de Moraes e Gilmar Mendes para compor a mudança na Lei Antidrogas - em vigor desde 2006 - tornando, a princípio, o porte de maconha para consumo próprio descriminalizado - restando apenas estipular a quantidade.

O consenso dos magistrados tem por objetivo diferenciar o traficante do usuário, para evitar prisões por injustiça. O ministro Gilmar Mendes acredita que a nova lei deva se estender às outras drogas também, e sugeriu o adiamento da decisão para que o Supremo possa discutir mais a respeito da questão. 


Congresso Nacional Brasileiro.Congresso Nacional. (Foto: reprodução/Pixabay)


Repercussão da decisão no Congresso

Rodrigo Pacheco (PSD-MG), presidente do Senado, declarou-se totalmente contra a posição do STF e mais, afirmou que esta é uma decisão exclusivamente do Congresso e que o STF não teria o poder de interferir, quanto mais ir contra à lei vigente.

Segundo Pacheco, tal interferência, sem inclusão do congresso na discussão, trata-se de “invasão de competência do Poder Legislativo”. O presidente do Senado também acredita que antes de se descriminalizar o uso de drogas é preciso se estabelecer políticas para tal, afinal, sem elas, a existência do traficante (criminoso hediondo) ainda será imprescindível para o usuário.

O que diz a Lei quanto Competência para o julgamento 

Segundo o Art. 1º, parágrafo único, da Lei de Drogas brasileira, a competência de julgamento de tal é do Poder Executivo, nem do Judiciário, nem do Legislativo.  Porém, a questão discutida no judiciário atualmente não é a descriminalização das drogas de forma indiscriminada, isentando de crime tudo a que se referem as drogas, apenas está relacionada ao usuário se este deve ser considerado criminoso ou não.

A lei, como está em vigência, engloba tudo relacionado de forma generalizada, do produtor, ao vendedor e usuário. O STF analisa a constitucionalidade do artigo 28 da lei, que trata de quem consome e, segundo algumas interpretações, interfere no direito de liberdade individual do cidadão - como a da Defensoria Pública de São Paulo, que descreve quem usa como sujeito que “...não apresenta conduta que afronte à saúde pública, apenas à saúde do próprio usuário" ao prever penas para porte que vão desde: "advertência sobre os efeitos das drogas", "prestação de serviços à comunidade" a "medida educativa de comparecimento a programa ou curso educativo". Sendo assim, decisão do STF não trata da produção ou da venda de drogas, que continuará sendo ilegal. 

A lei, hoje, como está, sequer defini quais são as drogas ilícitas, esta competência atualmente é do Ministério da Saúde; não há uma regulamentação de controle; ou políticas efetivas de prevenção ao uso exacerbado para o novo quadro que se apresentará diante da decisão do Supremo.

Foto Destaque: Cannabis e a Lei. Reprodução/Pixabay.

VEJA TAMBÉM

Elon Musk volta a atacar Alexandre de Moraes e afirma que Lula está na coleira Lorena Bueri

Elon Musk volta a atacar Alexandre de Moraes e afirma que Lula está na coleira

Em novo post no X, bilionário chamou Moraes de ditador e disse que o ministro mantém Lula em uma coleira; fontes do governo brasileiro consideram empresário extremista e lunático
Alexandre de Moraes e Elon Musk: entenda sobre o confronto judicial e suas consequências Lorena Bueri

Alexandre de Moraes e Elon Musk: entenda sobre o confronto judicial e suas consequências

Após recentes declarações de Elon Musk contra o ministro Alexandre de Moraes, juiz decide abrir investigação contra o empresário; políticos brasileiros se manifestam sobre o caso
Alexandre de Moraes nega pedido de devolução de passaporte a Bolsonaro Lorena Bueri

Alexandre de Moraes nega pedido de devolução de passaporte a Bolsonaro

O ministro também proibiu Jair Bolsonaro de manter contato com outros investigados, e não prevê liberação do documento até o final das investigações
Gilmar Mendes declara que há provas contra Bolsonaro por fraude em cartões de vacinação Lorena Bueri

Gilmar Mendes declara que há provas contra Bolsonaro por fraude em cartões de vacinação

O ministro do STF, Gilmar Mendes, expressou surpresa com os dados que levaram ao indiciamento do ex-presidente Bolsonaro por fraudes em cartões de vacinação
Gilmar Mendes rejeita recurso de Zambelli e mantém deputada como ré Lorena Bueri

Gilmar Mendes rejeita recurso de Zambelli e mantém deputada como ré

A deputada Zambelli enfrenta acusações da PGR por perseguição a um homem com arma em punho, incidente ocorreu nas proximidades do segundo turno das eleições de 2022
Alexandre de Moraes restringe comunicação de Mauro Cid com investigados pelo STF Lorena Bueri

Alexandre de Moraes restringe comunicação de Mauro Cid com investigados pelo STF

Ministro do STF proibiu o ex-assessor de Jair Bolsonaro, Mauro Cid, de se comunicar com grupo investigado pela PF. Moraes afirma que esta ação preventiva protege a apuração de novas provas para as investigações.
Lorena Bueri CEO, Lorena Bueri, madrinha perola negra lorena bueri, lorena power couple, lorena bueri paparazzi, Lorena R7, Lorena Bueri Revista Sexy, Lorena A Fazenda, Lorena afazenda, lorena bueri sensual, lorena gata do paulistão, lorena bueri gata do paulistão, lorena sexy, diego cristo, diego a fazenda, diego cristo afazendo