Notícias

Um mês após derrota nas urnas, Bolsonaro mantêm silêncio por medo de complicações na justiça

Segundo amigos e pessoas próximas ao presidente, sua atual postura é uma estratégia para não frustrar seus apoiadores e não piorar sua situação com o ministro Alexandre de Moraes.

3 min de leitura
02 Dez 2022 - 21h10 | Atualizado em 02 Dez 2022 - 21h10

Mesmo voltando a aparecer em público e utilizar suas redes sociais, o presidente Jair Bolsonaro (PL) mantém silêncio sobre últimos compromissos antes de deixar o cargo. Suas últimas postagens no Instagram não foram legendadas e pautas em encontros com militares foram mantidas em sigilo.


Jair Bolsonaro (Foto: Reprodução/Extra Online)


Desde os resultados do segundo turno das eleições presidências, onde Jair Bolsonaro foi derrotado por Luiz Inácio Lula da Silva (PT), suas aparições presenciais e online se tornaram raras e sua presença foi mantida no Palácio da Alvorada, sua atual residência.

Segundo um levantamento da consultoria Bites, em comparação ao mês anterior a eleição, houve uma queda de 93% nas interações do Instagram, Twitter e Facebook do chefe do Executivo.

Apesar de ser a intenção de seus apoiadores, Bolsonaro não pretende liderar um movimento que prejudique a posse de Lula em Janeiro de 2023. Até o momento, o presidente não comentou sobre o relatório das Forças Armadas, onde foi apontada uma suposta fraude nas urnas eleitorais (que não foi comprovada).                                                                                                

Pelo ato de litigância de má-fé, a Corte eleitoral aplicou uma multa de R$ 22,8 milhões ao Partido Liberal, que recorre da decisão.                            

Bolsonaro teme que o ministro Alexandre de Moraes invista em sua colocação no Judiciário, após ser alvo de investigação na Corte Superior em quatro inquéritos, entre eles o uso de Fake News durante a  CPI da Covid-19.                      

Mesmo após um mês da derrota nas urnas, apoiadores de Jair continuam realizando atos em frente a quartéis e estradas. Durante um questionamento da deputada federal Carla Zambelli (PL-SP) sobre quais medidas passar a eles, o patriota se irritou e disse em forma ríspida que não tinha nenhum direcionamento para replicar e que não possui interesse em falar sobre o assunto.

A conversa ocorreu durante um jantar com deputados e senadores do partido e foi confirmada por pessoas próximas.                     A família de Bolsonaro deseja sua entrada na oposição de Lula e admite que tem perdido oportunidades de reagir contra às estratégias arquitetas pela transição, inclusive perdendo espaço nas redes sócias e debates.

Foto destaque: Jair Bolsonaro. Reprodução/Agora RN.

Deixe um comentário

Lorena Bueri CEO, Lorena Bueri, madrinha perola negra lorena bueri, lorena power couple, lorena bueri paparazzi, Lorena R7, Lorena Bueri Revista Sexy, Lorena A Fazenda, Lorena afazenda, lorena bueri sensual, lorena gata do paulistão, lorena bueri gata do paulistão, lorena sexy, diego cristo, diego a fazenda, diego cristo afazendo