Tutora de Britney Spears pede pagamento de R$ 1,1 milhão por seu trabalho

Publicado 10 de Jul de 2021 às 15:25

Jodi Montgomery, advogada indicada para ser tutora de Britney Spears após o afastamento do pai da cantora em 2019, entrou na justiça pedindo para receber mais de 220 mil dólares (cerca de R$ 1,16 milhões) pelo período em que cuidou da tutela entre novembro de 2019 e fevereiro de 2021. De acordo com o site TMZ, ela também pediu para que a justiça aprove um valor adicionar de 65 mil dólares, pouco mais de R$ 340 mil para gastos com seu advogado pessoal.

Gabriel Medina diz está sendo injustiçado após decisão do COB

Álbum de Pablo Vittar tem a maior estreia na categoria solo pop brasileiro no Spotify

Após postar foto de sunga, Andressa Suita comenta foto de Gusttavo Lima: “bela foto e bela fotógrafa”

Recentemente, Jodi também buscou formas de conseguir uma equipe de segurança que a acompanhe o tempo todo, afirmando que vem recebendo diversas ameaças de morte após o depoimento chocante que Britney Spears fez sobre sua tutela no final de junho.

Na última noite, Madonna mandou uma mensagem em apoio a Britney Spears. Usando uma camiseta com o nome da “princesa do pop”, a cantora de 62 anos escreveu:

“Devolvam a vida desta mulher. A escravidão foi abolida há muito tempo. Morte ao patriarcado ganancioso que tem feito isso com as mulheres por séculos. Isso é uma violação dos direitos humanos. Britney, nós vamos te tirar dessa prisão”, declarou Madonna.


Story da Madonna. (Reprodução/Instagram)


Britney luta pelo fim da tutela de seu pai, Jamie Spears, que já dura 13 anos. No dia 23 de junho, a cantora deu um forte testemunho durante audiência sobre sua situação.

Ela descreveu as atitudes do pai como “abusivas”, disse que foi obrigada a trabalhar doente e que foi impedida de retirar seu DIU, mesmo desejando engravidar novamente. A cantora também havia pedido autonomia para contratar seu próprio advogado.

Na última terça-feira, Samuel Ingham, advogado nomeado pelo tribunal para tratar o caso de Spears, entrou com um pedido de renúncia ao cargo. Ele alegou ter ficado “extremamente chateado” pelo depoimento de Britney na corte, no qual ela afirmou que nunca soube que poderia acabar com sua tutela. A empresa de gerenciamento de fortunas Bessemer Trust também desistiu da função de co-tutora do patrimônio de Britney Spears.

Agora, o pai da cantora volta a ser o único responsável pela fortuna de mais de R$ 300 milhões. A próxima audiência da disputa da tutela de Britney Spears contra o seu pai está marcada para 14 de julho.

(Foto destaque: Tutora de Britney Spears pede pagamento de R$ 1,1 milhão por seu trabalho. Reprodução/Instagram)

 

Deixe um comentário