Celebridades

Tatuagem íntima foi decisiva para prisão preventiva de Daniel Alves

A vítima que acusa Daniel Alves por assédio sexual e estupro descreveu uma tatuagem na genital do jogador que foi decisivo para a prisão preventiva do atleta.

3 min de leitura
24 Jan 2023 - 17h55 | Atualizado em 24 Jan 2023 - 17h55

Daniel Alves foi preso na última sexta-feira (20) acusado de abuso sexual e estupro por uma mulher espanhola de 23 anos. Segundo o jornal “El Mundo”, a descrição de uma tatuagem íntima do jogador feita pela jovem foi essencial para a prisão do brasileiro.

Em primeiro momento, Daniel negou as acusações e aparentemente ia ser liberado. Entretanto, durante o depoimento à juíza do caso, o jogador foi confrontado sobre a descrição feita pela vítima da tatuagem íntima, o que comprovou que Alves ficou sem roupa no banheiro da boate em que ocorreu o crime.

A vítima contou para a juíza que viu uma tatuagem de uma meia-lua do abdômen até a genitália com detalhes, quando o futebolista tentou força-la a fazer sexo oral e ela resistiu. Quando foi questionado sobre, Daniel mudou a versão dizendo que a relação foi consensual e que estava sentado no vaso sanitário quando a mulher lançou-se sobre ele.


Prisão de Daniel Alves teve como principal elemento uma tatuagem íntima descrita por vítima. (Foto:Reprodução/Instagram)


A juíza entendeu que da forma que o jogador descreveu como os dois estavam na cena, a vítima não conseguiria gravar detalhes da tatuagem, porque a camisa estaria tampando o desenho. Na segunda declaração, Alves mudou mais uma vez a narrativa dizendo que quando a mulher entrou na cabine ele teria supostamente levantado e ela conseguido ver a tatuagem e isso pesou na decisão da magistrada.

Nessa segunda-feira (23), o atleta foi transferido do presídio Brians 1, onde estava preso de forma provisória desde a sexta-feira (20), para o Brians 2. De acordo com a Secretaria de Justiça do governo da Catalunha, não houve nenhuma ameaça e a mudança de complexo prisional é preventiva para evitar riscos à integridade física do jogador pelo local ter mais espaço e abrigar menos presos. O jornal “La Vanguardia” disse que ele ficará em uma cela individual com banheiro.

Segundo o “La Vanguardia”, um veículo espanhol, uma amiga da vítima depôs afirmando que também foi abusada por Daniel Alves. Ela revelou que o brasileiro apalpou violentamente seu corpo, parando quando ela conseguiu se desvencilhar e ir embora. “Foi quando percebi como ele tocava minhas amigas e o quanto estava próximo”, afirmou outra vítima.

O caso aconteceu no dia 30 de dezembro de 2022 durante uma festa em Barcelona, na Espanha, segundo a denúncia, feita em 2 de janeiro, a mulher de 23 anos alega que foi abusada e estuprada por Daniel Alves. A imprensa espanhola disse que a jovem chamou o segurança da boate, foi ao hospital e os exames confirmar o estupro. O jogador está em prisão preventiva e seguirá preso até passar por um julgamento, que ainda não tem previsão para ocorrer.

O “El País” diz que a vítima não pretende receber qualquer indenização sobre o caso, e quer apenas que se faça justiça e que Daniel seja preso preventivamente. Enquanto isso, as autoridades investigam o episódio, pegam depoimentos de testemunhas, realizam o local e avaliam exames médicos. Ele pode pegar até 12 anos de prisão.

Foto Destaque: Daniel Alves foi destaque na Copa do Mundo 2022, no Catar. Reprodução/Stephen Nadler/ISI Photos/Getty Images

Deixe um comentário

Lorena Bueri CEO, Lorena Bueri, madrinha perola negra lorena bueri, lorena power couple, lorena bueri paparazzi, Lorena R7, Lorena Bueri Revista Sexy, Lorena A Fazenda, Lorena afazenda, lorena bueri sensual, lorena gata do paulistão, lorena bueri gata do paulistão, lorena sexy, diego cristo, diego a fazenda, diego cristo afazendo