#Vi no Insta

TRANSLÚCIDO: Confira a mais nova Coleção de Veronica Einloft

Veja na matéria a mais nova coleção de Veronica Einloft: a Translúcido. Produzida com diferentes e diversos elementos como pedras, espelhos, vidros, incensos, metais, flores, entre outros.

3 min de leitura
04 Mai 2021 - 14h15 | Atulizado em 04 Mai 2021 - 14h15

 

Característico de sua linguagem, obras trazem formas geométricas numa exaltação aos ciclos do universo

Algumas obras estão ganhando enorme relevância pelo País, entre elas, a mais nova coleção de Veronica Einloft: a Translúcido. Produzida com diferentes e diversos elementos como pedras, espelhos, vidros, incensos, metais, flores, entre outros, a coleção é um chamado da artista para o futuro, ao mesmo tempo que clama e conduz o espectador para olhar seu interior.


Veronica Einloft. (Foto:Reprodução/Instagram)


Veronica Einloft (Veronica Einloft) tem 38 anos, brasileira, mora em Londres, uma cidade que a conecta consigo mesma e expande seu repertório e conhecimento artístico. Ele estabeleceu sua própria trajetória a partir de sua paixão por processos, coisas e objetos. Formou-se na University of the Arts de Londres e no Pan American College of Art de São Paulo.

Já esteve no Consulado do Brasil em Los Angeles, Casa Cor SP, Casa Cor ES, ARCAH Beneficent Auction e Ornare, e Charity Auction. Américas Amigas no Parque Burleigh Marx, Nova York, e Ornare. O artista também doou uma obra pública para a cidade de São Paulo localizada na capital ,que é reconhecida como patrimônio público e cultura de São Paulo.


Com suas Obras em 'Translúcido', Veronica tem mostrado sua linguagem em cada uma delas. (Foto:Reprodução/Instagram)


No diálogo silencioso, os símbolos que ela criou, refere-se ao nascer do sol invisível, à lua e aos anéis de Saturno. Sua forma é uma obra que envia sutilmente informações de outros tempos, de outros mundos (não necessariamente do nosso mundo).

Divididas em três linhas, cada obra dessa coleção é um convite a escutar o íntimo: “é difícil ouvir a natureza quando estamos tão ocupados em manter as comodidades que construímos. Mas o chão está cedendo abaixo de nossos pés, e é hora de encarar nossos sonhos fictícios. Estamos todos olhando para dentro e a arte é uma forma de nos conhecermos. Ganhamos mais tempo para olhar para isso, e nos colocamos mais à disposição dos nossos sentimentos”, declara a artista.


Ritual Turmalina Negra - suporte de pedra e incenso em latão. (Foto:Reprodução/Internet)


 

Novos materiais, novas escalas e novos processos reduziram fisicamente o tamanho das peças e transmitiram sua mensagem profundamente. Vidros, espelhos e palha trançada abrem espaço para um olhar curioso que quer ver através. Em “Amuleto”, estas obras consideram a sua já conhecida série de esculturas de parede da série, e agora utilizam elementos naturais que nos permitem interagir com a obra através de reflexos em espelhos, arranjos de flores ou a energia das pedras.


Amuleto Ella Green - Latão, vidro verde texturizado, vidro folheado a ouro. (Foto:Reprodução/internet)


 

Rituais apresenta obras de pequena escala que representam templos, espaços íntimos de concentração energética. Criados com pedras, mini-esculturas, incensos e materiais orgânicos, são obras com as quais a interação humana é essencial para criar história. "Eu olho para a questão do aceleramento do consumo e da tecnologia: tudo está dado o tempo todo. O mistério já não tem lugar. Gosto de pensar que cada escultura minha é um horizonte a ser descoberto. Interpretações que emanam das peças ao longo da convivência com ela."


Égide 2 - Latão e protéa. (Foto:Reprodução/Internet)


Para saber mais sobre essa ilustre artistas e suas obras, acompanhe Verônica no Instagram e acesse seu site. 

 

(Foto destaque: Uma das obras expostas de Veronica. Reprodução/internet)

 

Deixe um comentário