Moda

São Paulo Fashion Week: Misci traz tons terrosos para a passarela e exalta brasilidade

Politizado como o seu trabalho, Airon Martin trouxe peças enaltecendo brasilidade e uma crítica que propõe repensar o uso da matéria-prima em detrimento da estrangeira.

3 min de leitura
18 Nov 2022 - 13h30 | Atualizado em 18 Nov 2022 - 13h30

O segundo dia da São Paulo Fashion Week (SPFW) foi aberto pelo desfile da grife Misci, do estilista Airon Martin, nesta quinta-feira (17), realizada na Sala São Paulo, um dos marcos da capital paulista. Em entrevista à UOL, Airon explicou que a escolha foi proposital: “Não é só sobre o interior do prédio”. O desfile teve ínicio uma canção tocada ao vivo no violino, com uma sequência de trilha sonora embalada por uma versão em remix de “Elas Gostam de Gasolina”, de Anderson & Véo da Pisadinha, “Chorando Se Foi”, de Kaoma, e "Me Libera”, da Banda Déjavú, que surpreendeu a plateia.

Politizado como o seu trabalho indica, à frente da Misci, Airon Martin cria peças que enaltece a brasilidade, tanto nos tecidos, como nas formas. Cada material da coleção foi escolhido com muito cuidado, inspirado na carruagem da Cinderela, porém, de uma forma mais moderna, como um carro movida à gasolina. O estilista explicou que não foi por acaso “O petróleo, um dos maiores commodities do Brasil, foi um dos motores de uma coleção que propõe repensar o uso da matéria-prima em detrimento da estrangeira”. “O Brasil depende muito de commodities, mas tem capacidade para ir além disso, e a ideia é resgatar essa matéria-prima e mentes criativas do país”, explica Airon.


Desfile Misci (Reprodução/Instagram)


Intitulada como “Jerimum”, a coleção trouxe tons terrosos em peças e artigos que lembram poeira, criação de gado, e como símbolo bem forte na coleção, a gasolina e o carro. Modelos desfilaram com bombas de posto nas mãos, trazendo essa referência em grande destaque. Uma bolsa feita de galão de gasolina, mostra a potência dos materiais inusitados, mas que ganhariam holofotes. O tecido jacquard saiu diretamente do estofado do carro e ganhou textura nos acessórios e roupas, como outros tecidos usados no interior de carros luxuosos ganharam destaque, sendo reutilizados em looks que trouxeram uma mistura de peças fluidas, estruturadas, alfaiataria e jeans.


Desfile Misci (Foto:Reprodução/Instagram)


Desfile Misci (Foto:Reprodução/Instagram)


O desfile contou com a apresentação de um casting estrelado por Giovanna Ewbank, João Guilherme, Mari Gonzalez, Enzo Celulari e Leandro Lima, além de influenciadores digitais. Em entrevista ao Gshow, Airon deixa claro que apesar do elenco cheio de celebridades, ele priorizou seus modelos na entrada e no encerramento do desfile, os dois pontos altos da apresentação, e ainda afirma que essas pessoas são essenciais para ele. Já as celebridades que integraram o casting, Airon sinaliza: “Só estou onde estou hoje, porque essas pessoas acreditaram em mim antes, então chamei quem compartilha dos mesmo valores que a marca”, afirma o estilista.


Desfile Misci. (Reprodução/Instagram)


Famosos e anônimos apareceram para prestigiar o desfile, mostrando que Airon conquistou o closet dos mesmos, aplaudido de pé ao finalizar sua apresentação. Sobre a fama exponencial da marca, ele faz uma aposta: “Isso ajuda a abrir a cabeça das pessoas e faz com que elas olhem mais para o Brasil. Precisamos de pessoas que consumam mais a moda brasileira, que sejam conscientes no consumo também neste sentido”, finaliza Airon.

Foto Destaque: Desfile Misci:Reprodução/Instagram

Deixe um comentário

Lorena Bueri CEO, Lorena Bueri, madrinha perola negra lorena bueri, lorena power couple, lorena bueri paparazzi, Lorena R7, Lorena Bueri Revista Sexy, Lorena A Fazenda, Lorena afazenda, lorena bueri sensual, lorena gata do paulistão, lorena bueri gata do paulistão, lorena sexy, diego cristo, diego a fazenda, diego cristo afazendo