Bem Estar

Saiba como ocorrem os engasgos e como evitá-los

Engasgo pode ser fatal. Saiba quais alimentos e hábitos podem causar esse cenário súbito, quais as maneiras de evitá-los e quais as técnicas de primeiros socorros podem usar em casos mais graves

3 min de leitura
28 Jan 2022 - 10h45 | Atualizado em 28 Jan 2022 - 10h45

Presenciar alguém engasgando ou se engasgar com algum alimento ou objeto diferente, sabe como é um cenário desesperador. Dado que, além de provocar tosses intensas e impossibilitar a fala, há também uma dificuldade em respirar que, dependendo da potência, pode colocar a pessoa em pânico e piorar a situação, colocando-a com falta de ar, possibilitando um desmaio e até mesmo a morte. Contudo, em casos menos perigosos, podem assustar, deixar desconfortos e sequelas.

Existem alguns alimentos que facilitam o surgimento dessa ação súbita, como por exemplo,  farofa, pimenta, espinhas de peixe, grãos, líquidos, entre outros. Todavia, até mesmo grandes pedaços moles e úmidos, como carne e queijo, que são fáceis de mastigar e engolir, podem acarretar o engasgo. Comprimidos que são ingeridos sem água e, consumo de leite materno para crianças, também induz esse cenário. Ademais, falar e beber enquanto ingere alguma comida, ainda mais em posição deitada, recostada ou com muita pressa, faz com que o alimento desça pelo “lugar errado”.


Manobra de Heimlich. (Foto: Reprodução/Pinterest)


Os engasgos, na maior parte das vezes, são fáceis de cessar e param, espontaneamente, em alguns  segundos. Caso a situação seja o inverso e se agrave, é preciso solicitar ajuda por parte dos presentes e/ou se dirigir para o hospital rapidamente. Além disso, recomenda-se a técnica de Heimlich, basicamente consiste em abraçar a vítima engasgada pelas costas, aplicando, com as mãos em punho, uma pressão contrária na região abdominal conhecida por "boca do estômago", de forma intensa e repetidamente, para expulsar o que está obstruindo a passagem do esôfago. 

Caso o engasgo ocorra em bebês, a premissa da manobra de Heimlich também pode ser adotada, mas de forma adaptada. "A criancinha deve ser deitada de barriga por sobre a mão do cuidador, que deve pressionar o epigástrio (região superior e mediana do abdome), forçando a saída do corpo estranho. Em engasgos leves, deve-se inclinar a criança para frente e dar tapinhas", recomenda Nelson Douglas Ejzenbaum, pediatra e neonatologista, membro da Academia Americana de Pediatria. Posto isso, como forma de prevenção, deve-se mastigar devagar e não beber, rir ou falar ao mesmo tempo. Também, é essencial fazer as refeições sentado, mastigar bem os alimentos e não ingerir comprimidos e cápsulas a seco.

 

Foto destaque: Mulher engasgando. Reprodução/VivaBem/iStock

Deixe um comentário

Lorena Bueri CEO, Lorena Bueri, madrinha perola negra lorena bueri, lorena power couple, lorena bueri paparazzi, Lorena R7, Lorena Bueri Revista Sexy, Lorena A Fazenda, Lorena afazenda, lorena bueri sensual, lorena gata do paulistão, lorena bueri gata do paulistão, lorena sexy, diego cristo, diego a fazenda, diego cristo afazendo