Notícias

Rússia abre investigação após assassinato da filha de ‘guru’ de Putin

Morre a jornalista e comentarista política Daria Dugina. Rússia abre investigação de assassinato para descobrirem a verdade sobre o caso. Vítima era filha de conselheiro próximo do presidente Vladimir Putin.

3 min de leitura
21 Ago 2022 - 21h04 | Atualizado em 21 Ago 2022 - 21h04

Autoridades russas abriram uma investigação de assassinato após confirmarem a morte de Daria Dugina, filha de Alexander Dugin, considerado no Ocidente um dos principais mentores ideológicos do presidente Vladimir Putin. De acordo com o Comitê de Investigação da Rússia, foi colocado um pequeno dispositivo de cunho explosivo embaixo do carro, do lado do motorista, fazendo com que o ataque fosse considerado premeditado.

A vítima tinha apenas 30 anos, e dirigia um Toyota Land Cruiser, que veio a explodir no distrito de Odintsovo, uma área nobre dos subúrbios de Moscou. A explosão ocorreu por volta de 21h45 de sábado (20). Segundo algumas testemunhas que estavam no local no horário do ocorrido, a explosão ocorreu no meio da estrada, e espalhou destroços por toda a parte. Logo após, o carro colidiu com uma cerca, pegando fogo, de acordo com fotos e vídeos do momento. 


Jornalista Daria Dugina. (Imagem/Reprodução: Twitter)


As imagens que circularam e repercutiram nas redes sociais mostram um homem que anda de um lado para o outro na cena do crime, que aparenta ser o pai, Alexander. Ele leva as mãos a cabeça enquanto os bombeiros corriam para tentar apagar as chamas. Em nota, o comitê de investigação da Rússia informou: “A identidade do falecido foi estabelecida: é a jornalista e cientista política Daria Dugina”. O órgão é similar a Polícia Federal aqui no Brasil.

Não houve reivindicação de forma imediata de responsabilidade pelo acidente da jornalista. A mídia russa informou que parentes próximos de Dugin acreditam que o alvo real era ele, e não a filha dele. Um oficial da Ucrânia negou que o país tenha envolvimento com o caso, porém, comentaristas e políticos pró-Kremlin, imediatamente acusaram a Ucrânia e exigiram que a vingança fosse feita, causando ainda mais incertezas numa guerra que já dura seis meses até agora.

Maria Zakharova, porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da Rússia, não acusou a Ucrânia, mas comentou via Telegram que se o país fosse mesmo o responsável pelo ato, que precisariam falar sobre uma política de terrorismo de Estado realizada pelo regime de Kiev, e completou dizendo que estão esperando o resultado das investigações que estão sendo feitas.

Acompanhe as mais variadas notícias aqui no portal Lorena R7.

 

Foto Destaque: Investigadores trabalham no local da explosão de um carro dirigido por Daria Dugina. Imagem/Reprodução: Investigative Committee of Russia/ O Globo.

 

 

Deixe um comentário

Lorena Bueri CEO, Lorena Bueri, madrinha perola negra lorena bueri, lorena power couple, lorena bueri paparazzi, Lorena R7, Lorena Bueri Revista Sexy, Lorena A Fazenda, Lorena afazenda, lorena bueri sensual, lorena gata do paulistão, lorena bueri gata do paulistão, lorena sexy, diego cristo, diego a fazenda, diego cristo afazendo