Notícias

Romário (PL) é reeleito senador pelo RJ

Candidato conquistou o segundo mandato no senado do Rio de Janeiro com 29,05% do votos; novo mandado terá início em 1° de fevereiro

3 min de leitura
03 Out 2022 - 11h48 | Atualizado em 03 Out 2022 - 11h48

O candidato do Partido Liberal (PL), Romário, de 56 anos, é reeleito senador pelo Rio de Janeiro nas Eleições Gerais de 2022, definidas na noite desse domingo (2), com 29,05% dos votos válidos, que equivalem a um total de 2.240.045 votos. Junto com seus suplentes, Bruno Bonetti e Andrea Fontes, ambos do PL, Romário dará inicio ao novo mandado no dia 1° de fevereiro de 2023.

Em suas redes sociais, Romário agradeceu aos eleitores e comemorou a vitória na disputa ao senado.

“Obrigado, obrigado e obrigado. Não tenho palavras para descrever a emoção de ser reconduzido ao Senado pelo povo do Rio de Janeiro. Prometo a vocês que trabalharei ainda mais para entregar uma melhor qualidade de vida para a população fluminense e brasileira”, disse Romário.

“Esta eleição foi de muita luta, enfrentei concorrentes covardes e desleais, mas a população não se deixou enganar. E eu agradeço, mais uma vez, a confiança depositada em mim. Obrigado, meu Rio de Janeiro!”, declarou.

Em seu primeiro mandato no senado, o ex-jogador de futebol profissionnal se dedicou a pautas como esporte e saúde. Em setembro deste ano, foi sancionada a PL 2.033/2022, da qual Romário foi o relator, que acaba com a limitação de procedimentos a serem cobertos pelos planos de saúde.

O atual senador iniciou sua carreira política sendo eleito Deputado Federal pelo PSB em 2010, depois de passar nove anos filiado ao PP. Em 2018, ele se candidatou ao governo do estado do Rio pelo Podemos, mas não foi eleito. E, desde 2021, está em exercício pelo PL.


Resultado das Eleições para senador do Rio de Janeiro em 2022 (Foto: Divulação/Lorena/TSE)


Na disputa pelo senado no Rio de Janeiro, Alexandro Molon (PSB) ficou emsegundo lugar, com 21,20% dos votos. Já Daniel Silveira (PTB), embora tenha ficado em terceiro lugar, com 19,18% do votos, teve seus votos marcados como anulados pelo TSE. E, Clarissa Garotinho (UNIÃO), que era uma dos quatro candidatos mais bem colocados nas grandes pesquisas, ficou em quarto lugar, com  14,02%.

 

Foto Destaque: Romário. Reprodução/Senado Federal 

Deixe um comentário

Lorena Bueri CEO, Lorena Bueri, madrinha perola negra lorena bueri, lorena power couple, lorena bueri paparazzi, Lorena R7, Lorena Bueri Revista Sexy, Lorena A Fazenda, Lorena afazenda, lorena bueri sensual, lorena gata do paulistão, lorena bueri gata do paulistão, lorena sexy, diego cristo, diego a fazenda, diego cristo afazendo