Notícias

Rio Grande do Norte registra 8 tremores de terra em 24 horas

O registro dos abalos sísmicos foi feito pelo Laboratório Sismológico da UFRN. O maior deles teve magnitude 3.7 e foi sentido pela população de várias cidades do estado.

3 min de leitura
02 Ago 2022 - 17h35 | Atualizado em 02 Ago 2022 - 17h35

Não é tão comum sentir tremores de terra no Brasil, mas isso aconteceu nesse domingo (31) no Rio Grande do Norte. Dois tremores de terra foram sentidos no estado. O epicentro aconteceu no Oceano Atlântico.

O primeiro foi de magnitude 2,4 da escala Ritcher, e foi registrado por volta de 0h34. O Laboratório Sismológico da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) informou que o tremor foi sentido por moradores do município de Maxaranguape, a 40km de Natal, e também por moradores de Maracajaú, a 50km da capital


Atividade sismíca na dorsal meso-oceânica. (Foto: Reprodução/LabSis)


"Todos foram registrados nessa região de Touros, a um distância de no máximo 30 quilômetros da costa", explicou o professor Aderson Nascimento, do LabSis. O mais forte dos tremores foi sentido na capital do Rio Bravo do Norte, Natal, e cidades do litoral. O tremor foi de magnitude 3,7 na escala Ritcher. O maior tremor já registrado no Rio Grande do Norte aconteceu em 30 de novembro de 1986. O abalo sísmico de magnitude 5.1 fez casas desabarem e milhares moradores deixarem a cidade de João Câmara.

Segundo o professor, os sismos se explicam graças ao movimento não-uniforme das placas tectônicas Sul-Americana e Nazca, o que provoca a reativação das falhas geológicas antigas. Em Borborema, as maiores delas são a de Pernambuco e de Patos. O professor explica que, no passado, quando a América do Sul ainda estava ligada à África, a região de Borborema deve ter tido uma atividade sísmica muito intensa, por conta dessas falhas, que aparecem no Nordeste mais do que no restante do país. Segundo o LabSis, o primeiro tremor registrado nessa região foi de magnitude estimada de 3,5, em 1899. Nos anos seguintes, até a década de 1920, houve atividades sísmicas intensas na região da Bahia, que posteriormente diminuíram.

 

Foto Destaque : Mapa sismologico do nordeste. Reprodução/Laboratório de Sismologia da UFRN

Deixe um comentário

Lorena Bueri CEO, Lorena Bueri, madrinha perola negra lorena bueri, lorena power couple, lorena bueri paparazzi, Lorena R7, Lorena Bueri Revista Sexy, Lorena A Fazenda, Lorena afazenda, lorena bueri sensual, lorena gata do paulistão, lorena bueri gata do paulistão, lorena sexy, diego cristo, diego a fazenda, diego cristo afazendo