Notícias

Reportagem exibida no Fantástico, mostra casos de madeira cortada ilegalmente na Amazônia

Câmeras escondidas e rastreadores nas árvores ajudaram a Policia Federal e o Ibama a desvendar esquema criminoso que invadia áreas indígenas protegias e cortava ilegalmente toneladas de toras de madeira na Amazônia.

3 min de leitura
21 Nov 2022 - 15h44 | Atualizado em 21 Nov 2022 - 15h44

A matéria exibida no Fantástico da TV Globo no último domingo (20), acompanhou durante nove meses operações realizadas pela Policia Federal e pelo Ibama, em sete diferentes terras indígenas, mostrando como são combatidos os criminosos que invadem essas áreas.

As terras indígenas ocupam cerca de 14% do território brasileiro. Sendo 610 Tis — como são chamadas — a maioria localizada na Amazônia, agem como verdadeiras fortalezas, com o intuito de impedir a destruição da floresta.

Evandro Carlos Selva, Coordenador de Operações do Ibama — MT afirma que “paga-se barato para os indígenas e depois vendem as madeiras por dez vezes mais”, além de existir a falsificação de documentos para que a madeira cortada ilegalmente se passe por legal dentro do país.

O Fantástico revelou a extração ilegal de toneladas de madeira nas terras indígenas. De acordo com o MapBiomas, nos últimos 3 anos o desmatamento das Tis subiu 138%, a respeito disso, Selva diz: “Infelizmente essa situação havia sido cessada há uns 15 anos atrás, mas nos últimos três anos voltaram com toda força a explorar madeira ilegalmente dentro do Xingu”, lamenta o coordenador do Ibama.

Em entrevista o pesquisador do Instituto Socioambiental, Antonio Oviedo disse: “Os índices de proteção são superiores dentro das terras indígenas quando você compara fora das terras indígenas”, declarou Antonio.


                                      Rastreadores instalados nas árvores ajudaram a revelar o esquema (Reprodução/Twitter)


Um estudo realizado pelo Instituto Socioambiental, analisou o uso das terras que deveriam ser protegidas da Amazônia de uma maneira geral há mais de 35 anos, onde puderam chegar a conclusão que:

A Amazônia brasileira já perdeu perto de 20% da cobertura florestal. As terras indígenas nesse mesmo período perderam um pouco mais de 1%, o que mostra as terras indígenas como um potencial muito importante pra proteção da natureza e para o cumprimento de acordos globais que o Brasil tem assumido”, conta o pesquisador.

Em Menku, terra indígena localizada no Mato Grosso, dois caminhões foram apreendidos enquanto transportavam grandes quantidades de toras de madeira. Quando questionado pelos agentes, o motorista diz que paga R$ 1.500 os indígenas por cada transporte.

Lugares como Madeireira MedFaca, foi multada em R$ 20 mil e teve seu dono detido por um dia, e Madeireira Vila Rica, multada em R$ 600 mil. Ao todo, as operações realizadas durante a reportagem totalizaram 37 milhões em multas, e 40 pessoas foram indiciadas.

As imensas florestas amazônicas influenciam de maneira significativa os climas regionais e globais, contendo mais de 70 bilhões de toneladas de carbono. A mesma é considerada a maior reserva de madeira tropical do planeta, tendo imensos estoques de recursos naturais como: borracha, peixe, castanhas e minérios, além de abrigar uma gigantesca riqueza cultural na região.

A Amazônia também é o lar de diversas espécies de animais, ao todo foram contabilizados cerca de: 2,5 milhões de insetos, 2.000 aves e mamíferos, 3.000 peixes, 428 anfíbios e 378 répteis, além de 40.000 espécies de plantas e um em cada cinco de todos os pássaros do mundo, todos vivem nas florestas amazônicas. Porém todas essas espécies correm risco de vida, consequência do desmatamento e dos incêndios frequentes na região.

 

Foto Destaque: Toneladas de madeira são apreendidas  / Reprodução: G1

Deixe um comentário

Lorena Bueri CEO, Lorena Bueri, madrinha perola negra lorena bueri, lorena power couple, lorena bueri paparazzi, Lorena R7, Lorena Bueri Revista Sexy, Lorena A Fazenda, Lorena afazenda, lorena bueri sensual, lorena gata do paulistão, lorena bueri gata do paulistão, lorena sexy, diego cristo, diego a fazenda, diego cristo afazendo