Raya e o Último Dragão | Disney divulga valor adicional de R$ 69,90 para assistir ao filme no Brasil

Publicado 06 de Feb de 2021 às 09:00

A Disney anunciou oficialmente o custo adicional do Premier Access de Raya e o Último Dragão”, que assim como foi feito com “Mulan” dará acesso ao usuário que desejar assistir ao filme primeiro. A nova animação será lançada nos cinemas e no serviço de streaming do Disney+ simultaneamente no dia 5 de março.

 

Portanto quem optar por assistir ao filme no conforto do lar na semana de estreia, terá que desembolsar o adicional de R$ 69,90, além do valor de assinatura mensal do streaming. O site, no entanto, aponta também a possibilidade de consumir o longa através das plataformas de aluguel da AppleGoogleAmazon Roku.

 

Contudo o longa ficará com acesso premium aberto somente até o dia 19 de março (vale ressaltar que depois de adquirido, o filme permanece disponível para o assinante, podendo ser assistido quantas vezes quiser pelo usuário). Existe ainda uma terceira via, para os assinantes da plataforma que não optarem por esta opção e não quiserem ir ao cinema, o filme estará disponível a partir do dia 23 de abril totalmente sem custo adicional no Disney+.


Trailer Ofical de Raya e o Último Dragão - Dublado. (Reprodução: Disney Plus Brasil - You Tube)


A Disney testou o Premium Access pela primeira vez no ano passado com “Mulan” nos Estados Unidos. Mas já se pode notar uma mudança considerável da janela de exclusividade nos cinemas brasileiros e do Premium Access, dado que “Mulan” foi lançado neste modelo em setembro e só foi liberado sem custos no Disney Plus no começo de dezembro. Aparentemente esse formato vale apenas para a América Latina por enquanto.

Leia mais: Thor: Love and Thunder tem primeiras fotos de bastidores reveladas

A trama de Raya e o Último Dragão” é situada no reino encantado de Kumandra, habitado por uma vasta e antiga civilização conhecida por ter passado gerações venerando dragões, seus poderes e sua sabedoria. Mas quando a terra é tomada por uma força obscura, a guerreira Raya sai a procura do Último Dragão, Sisu (Awkwafina), para tentar restaurar a paz entre os povos, mas ela não é a única nessa busca.

Com uma personagem muito carismática e poderosa, sob a direção de Don Hall (Moana) e Carlos López Estrada (Ponto Cego), e a produção de Peter Del Vecho (Frozen), o filme acompanha a jornada de Raya uma habilidosa jovem que tenta restaurar o equilíbrio entre os reinos. Nessa aventura, a protagonista terá que aprender a confiar nos outros para superar seus obstáculos.


Pôster Oficil de "Raya e o Último Dragão" (Foto: Reproddução/ Disney/ Pixar)


Produzida durante a pandemia do Coronavírus, "Raya and the Last Dragon" (no original) foi sendo desenvolvida remotamente, com trabalhos de cerca de 400 funcionários e animadores da Disney, diretamente de suas casas. Antes disso, para criar o reino de Kumandra, a equipe do longa visitou países como Tailândia, Vietnã, Filipinas, Cambodja e Laos; além de trabalhar com linguistas, dançarinos, músicos e antropologistas locais. 

 

Leia mais: On My Block: série ganhará 4ª Temporada na Netflix

 

Além de Kelly e Awkwafina, o elenco de dubladores originais do longa é composto por Sandra Oh que será Virana, mãe de Mamaari, Daniel Dae Kim como pai da Raya, Gemma Chan como Namaari, Benedict Wong como Tong, um gigante Tong, Ross Butler será o líder da nação Spine. Por fim, Alan Tudyk faz mais uma participação nos filmes Disney com Tuk Tuk, o leal melhor amigo de Raya. 

 

(Foto Destaque: "Raya e o Último Dragão" será lançado no Disney + e nos cinemas simultaneamente. Repodução/Disney)

Deixe um comentário