Beleza

Produtos do Grupo Boticário serão 100% veganos até 2025

Grupo Boticário anunciou meta de banir 100% dos ingredientes de origem animal em seus produtos até 2025. Os desafios são muitos, mas a companhia tem a sustentabilidade no seu modelo de negócios.

3 min de leitura
21 Out 2021 - 21h22 | Atualizado em 21 Out 2021 - 21h22

O consumidor está mais criterioso em suas escolhas e consciente daquilo que está comprando. Os brasileiros estão cada vez mais preocupados com a questão ambiental e valorizando produtos que sejam mais sustentáveis e transparentes. E pensando nisso, a companhia O Boticário anunciou que irá banir até 2025 o uso de matérias-primas de origem animal em todas as suas marcas (O Boticário, Eudora, Quem Disse, Berenice?, Beauty Box, Multi B, Vult). Todos os lançamentos a partir desse mês serão totalmente vegano.


Grupo Boticário será vegano até 2025 (Foto:Reprodução/Grupo Boticário)


"Por trás de um hidratante, por exemplo, tem muito mais do que uma boa hidratação da pele. Tem uma embalagem mais sustentável, uma fórmula que não inclui testes em animais, ingredientes rigorosamente selecionados para garantir a segurança e muitas outras coisas. Há todo um racional técnico e de sustentabilidade envolvido.", disse Gustavo Dieamant, diretor de produto e desenvolvimento do grupo O Boticário. 

A companhia começou a reduzir os produtos com ingredientes de origem animal em 2017, e agora falta pouco para atingir o portfólio 100% vegano. Atualmente, 85% dos itens já estão livres de fonte animal,  e até 2025, os 15% restante vão passar por um processo de reformulação e adequação. 


https://lorena.r7.com/post/Yves-Saint-Laurent-Beaute-apresenta-Rouge-Pur-Couture-The-Slim-Velvet-Radical-batom-semi-matte-com-acabamento-aveludado

https://lorena.r7.com/post/Saiba-mais-sobre-os-maleficios-de-usar-alimentos-in-natura-para-a-saude-do-cabelo

https://lorena.r7.com/post/Halloween-principais-itens-de-maquiagem


A substituição da matéria-prima é a parte mais difícil do processo, pois requer um novo desenvolvimento do produto. "É como começar do zero. Em algumas categorias é mais simples, como em loções corporais. Em outras, porém, como a perfurmaria, o trabalho é mais complexo. E temos todo o cuidado de não alterar a entrega para o nosso consumidor, por isso são feitos muitos e muitos testes", afirma o diretor. 

Existem muitos desafios nesse processo de transição, como a cadeia de fornecimento. "Muitas vezes, os fornecedores não tem a matéria-prima que precisamos, mas a desenvolve especificamente para nós. E isso leva tempo", esclarece Dieamant. 

A meta do portfólio 100% vegano é um grande marco para a companhia. O vínculo do Grupo O Boticário com a sustentabilidade é bem mais abrangente e está embutido em seu modelo de negócios. A empresa é pioneira em metodologia alternativas e protagonista no mercado quando se trata de práticas responsáveis. 

 

(Foto destaque: Produtos do Grupo Boticário serão 100% veganos até 2025.Reprodução/Grupo Boticário) 

Deixe um comentário