Notícias

Pescador desaparecido é encontrado à deriva e pendurado em boia em alto-mar

Deivid Soares, 43, também chamado de Leandro na comunidade pesqueira, contou em entrevista como foi a experiência que viveu após cair no mar no domingo de Natal

3 min de leitura
28 Dez 2022 - 09h40 | Atualizado em 28 Dez 2022 - 09h40

Um pescador de 43 anos, que estava desaparecido após entrar no mar no domingo, 25, em São João da Barra, no Norte Fluminense, foi encontrado vivo, à deriva, pendurado em uma boia de sinalização no mar em Atafona, um distrito da cidade.

Conforme matéria do “g1”, lançada nesta terça-feira, 27, o homem chamado Deivid Soares estava desaparecido há dois dias e foi localizado por um amigo, também pescador. Deivid, na comunidade pesqueira da cidade, é conhecido pelo nome “Leandro”. 

Em entrevista ao veículo de comunicação citado, ele contou que, na noite de domingo, 25, estava trabalhando sozinho na Praia de Atafona quando caiu da embarcação e não conseguiu voltar. 


Post mostrando o vídeo. (Reprodução/Twitter @OrlaNews)


Ele disse: “Pra mim, os primeiros 10 minutos foram os mais difíceis porque eu queria a todo custo chegar à embarcação. Mas é um peso d'água descomunal mesmo, não tinha como nadar contra”.

Com relação às buscas, seus familiares e amigos começaram a sentir a falta de Leandro e saíram atrás. Além disso, a família acionou a Marinha e João Batista Soares, o pai, disse ter começado a pensar no pior. 

Os amigos pescadores que buscavam por Leandro contaram a respeito do alívio que sentiram quando encontraram sua embarcação em alto-mar. Porém, quando chegaram próximo, não tinha ninguém, já que o pescador nadava para conseguir sobreviver. 

O que sentiu?

Leandro disse ter encontrado uma boia de sinalização a 8 quilômetros de distância de onde o barco estava. Devido a dificuldade em nadar com a roupa molhada, ele optou por abandonar a camisa e a calça no mar e seguir à deriva.

Ao “g1”, Leandro contou: “Tinha ondulação, vento... Resolvi deixar as águas me levarem pra gastar menos força e 'andar' mais rápido. E eu levei umas quatro horas nadando para chegar no Porto do Açu, no balizamento. Consegui chegar e passei a noitada. E as pessoas falam muito sobre a água, o tempo na água. Eu não achei que eu ia morrer afogado, mas eu achei que ia morrer de frio, porque eu estava só de cueca”.

Quando chegou a manhã do segundo dia, Leandro pôde sentir o alívio. Os pescadores que estavam à sua procura conseguiram encontrá-lo pendurado na boia de sinalização do Porto do Açu.  

“Por muitas vezes eu pensei que ia morrer de frio até chegar o socorro até chegar o socorro”, disse o pescador.

Leandro, um dia depois do resgate, voltou a fazer seu trabalho. Ele garante que já pode dizer ser uma outra pessoa. 

Continuando, Leandro disse que teve sua segunda oportunidade para encarar a vida com outros olhos e ser um homem melhor.

Foto Destaque: Pescador desparecido é encontrado pendurando em boia em alto-mar. Reprodução/Instagram

Deixe um comentário

Lorena Bueri CEO, Lorena Bueri, madrinha perola negra lorena bueri, lorena power couple, lorena bueri paparazzi, Lorena R7, Lorena Bueri Revista Sexy, Lorena A Fazenda, Lorena afazenda, lorena bueri sensual, lorena gata do paulistão, lorena bueri gata do paulistão, lorena sexy, diego cristo, diego a fazenda, diego cristo afazendo