Saúde

Nos EUA, Pfizer solicita vacinação contra a Covid-19 em crianças de 6 meses a 4 anos

Pfizer alega que a resposta imune das crianças foi mais fraca do que o esperado. A agência regulatória de saúde dos EUA, FDA (Food and Drug Administration), vai avaliar o pedido ainda este mês.

3 min de leitura
02 Fev 2022 - 15h50 | Atualizado em 02 Fev 2022 - 15h50

As empresas Pfizer e BioNTech pediram autorização para vacinar crianças de 6 meses a 4 anos nos Estados Unidos. Nesta terça-feira (1º), a Pfizer explicou que prevê a aplicação de um esquema de três doses da vacina contra a Covid-19.

Em dezembro, o laboratório informou que é necessário avaliar uma 3ª dose da vacina contra a Covid-19 porque testes clínicos de fase 1, 2 e 3 revelaram que as crianças entre dois e quatro anos geraram uma resposta imune mais fraca do que o esperado. No momento, a empresa está testando a eficácia da terceira dose para este grupo, e o resultado do estudo deve ser conhecido nos próximos meses.

O presidente e diretor executivo da Pfizer, Albert Bourla, afirmou em nota: “Em última análise, acreditamos que três doses da vacina serão necessárias para crianças de 6 meses a 4 anos de idade para assim alcançarmos altos níveis de proteção contra atuais variantes e futuras potenciais. Se duas doses forem autorizadas, os pais terão a oportunidade de iniciar uma série de vacinação COVID-19 para seus filhos enquanto aguardam a possível autorização de uma terceira dose”. A vacina da Pfizer contra a Covid-19 pode ser aplicada em adultos e crianças. Para maiores de 12 anos, a dosagem indicada é de 30 µg (frasco roxo) por vacina, já o público de cinco a 12 anos recebe 10 µg (frasco laranja).


Frascos da vacina da Pfizer. (Foto: Bruno Rocha/Enquadradar/Estadão Conteúdo).


A previsão é de que no dia 15 de fevereiro, a agência regulatória de saúde dos EUA, a FDA (Food and Drug Administration), reúna-se para avaliar a solicitação. O pedido da empresa consta na modalidade “submissão contínua”, ou seja, os dados são enviados de forma progressiva para o órgão regulador.

De acordo com o G1, nos últimos dias, os Estados Unidos atingiram a maior média de mortes causadas pelo coronavírus em quase um ano.

Foto Destaque: Vacinação infantil. Reprodução/Pixabay/ISTOÉ DINHEIRO.

Deixe um comentário

Lorena Bueri CEO, Lorena Bueri, madrinha perola negra lorena bueri, lorena power couple, lorena bueri paparazzi, Lorena R7, Lorena Bueri Revista Sexy, Lorena A Fazenda, Lorena afazenda, lorena bueri sensual, lorena gata do paulistão, lorena bueri gata do paulistão, lorena sexy, diego cristo, diego a fazenda, diego cristo afazendo