Celebridades

"Nada que eu faço é motivo de prisão", diz Felipe Ret após ser acusado por porte de drogas

Nesta terça-feira, dia 19, o cantor Filipe Ret foi levado a delegacia para prestar depoimento após ser acusado por porte de drogas, maconha em especifico.

3 min de leitura
20 Jul 2022 - 16h23 | Atualizado em 20 Jul 2022 - 16h23

Na manhã desta última terça-feira, dia 19,o rapper Filipe Ret foi abordado por policiais civis  e levado à delegacia após ser autuado por porte de drogas.

Filipe Cavaleiro de Macedo da Silva Faria, popularmente conhecido como Filipe Ret, completou 37 anos no dia 19 de junho, e em sua festa de comemoração, o cantor expôs que em sua festa havia “open de maconha”, que significa maconha liberada à vontade. Após isso, iniciou-se uma investigação contra ele.


open de maconha Filipe Ret

Filipe ret em sua festa "open de maconha". (Foto: Reprodução/Instagram)


Na terça-feira o cantor foi acordado com agentes da delegacia de repressão a entorpecentes (DRE-RJ), que foram enviados para cumprir 5 mandados de busca e apreensão em todos endereços ligados ao rapper, incluindo de sua ex-mulher, Anna Estrela, e seus pais. E depois encaminharam o cantor para a delegacia que fica na zona norte do rio no Jacarezinho.



Na noite do mesmo dia o artista se pronunciou nas suas redes sociais. Ele pediu desculpas a seu pai, sua mãe e a mãe de seu filho, que tiveram suas casas “invadidas e reviradas” de acordo com ele. Pediu desculpas também a seus fãs e os tranquilizou dizendo que estava bem. "Não sou perfeito, mas nada que faço é motivo de prisão. Peço sinceras desculpas ao meu pai, à minha mãe e à mãe do meu filho por terem suas casas invadidas e reviradas. Vocês não têm nada a ver com essa história e não mereciam isso", disse ele através de seus stories.

Filipe Ret é um dos cantores de Rap brasileiro mais famosos do momento. Cantor desde os 16 anos, participava de várias batalhas de rap, lançou seu primeiro álbum em 2009 “Numa margem distante”. Além disso, ele também é empresário, é dono de uma gravadora musical chamada TudoBom Records, e no último ano, em 2021, lançou sua própria  marca de maconha nos Estados unidos, chamada de Retkush, a qual supostamente estava sendo distribuída livremente na festa que está sendo investigada.

 

Foto Destaque: Filipe Ret com um saco de maconha. Reprodução/Twitter.

Deixe um comentário

Lorena Bueri CEO, Lorena Bueri, madrinha perola negra lorena bueri, lorena power couple, lorena bueri paparazzi, Lorena R7, Lorena Bueri Revista Sexy, Lorena A Fazenda, Lorena afazenda, lorena bueri sensual, lorena gata do paulistão, lorena bueri gata do paulistão, lorena sexy, diego cristo, diego a fazenda, diego cristo afazendo