NICOLE HISSA: Founder e Ceo do GOBAG um negócio inovador no mundo da Moda

Publicado 24 de Sep de 2020 às 19:15

“Não existe mais o cliente ir até a loja, a loja tem que ir até o cliente. Então, a GOBAG é mais um canal de alcance de vendas, aumentando a presença online dos lojistas”

 

Nicole Hissa é uma jovem cearense de 22 anos, empreendedora e uma inspiração para diversas mulheres que sonham em começar o próprio negócio. Ela é fundadora e CEO de um negócio inovador no mundo da moda, o GOBAG.

O GOBAG, é um aplicativo que busca revolucionar o modo de comprar. Com o app, as compras pelas internet ficam bem menos burocráticas porque você pode, antes de fechar o pedido, experimentar quantas peças quiser. Dessa forma, tornando a compra muito mais fácil e prazerosa. Além de evitar todo o desgaste de precisar trocar uma peça.

Isso só é possível já que, por trás de toda essa facilidade, há uma rede de mulheres, que assim como Nicole, trabalham pensando no bem-estar dos consumidores.

 

Trajetória


Nicole, CEO e fundadora da GOBAG. (Foto: Reprodução/ Arquivo Pessoal)


 

O GOBAG surgiu das próprias dores da Nicole. O aplicativo surgiu através da minha necessidade, achava desconfortável experimentar roupas nos shoppings e nada prático. Então, sempre comprei tudo online. Mas quando chegava em casa, algumas peças não davam certo, mesmo sendo de uma loja que eu era acostumada a comprar. Então eu passava por aquela burocracia da devolução. Onde eu sempre tinha que sair de casa para deixar nos correios e enfrentar filas. Além disso, sempre a entrega demorava, muitas vezes eu até esquecia que tinha comprado.” contou ela em uma entrevista. 

Sendo assim, no início de 2020, a jovem deu vida ao projeto. Tudo teve início em sua cidade natal, Fortaleza. Atualmente, o app já atendente 40 lojistas e tem usuários. 

 

  • Como funciona:

“O cliente acessa o nosso aplicativo e escolhe dentre uma variedade de lojas locais as peças que ele desejar experimentar em casa, antes de finalizar o pedido ele deixa o cartão dele pré autorizado na nossa plataforma, as nossas GOGIRLS, que são as nossas entregadoras mulheres, vão na loja recolhem o pedido e entregam na casa do cliente, o cliente terá um prazo de 48hrs para experimentar as peças, so sera cobrado no seu cartão os itens que desejar ficar. Caso queira devolver alguma peça, o cliente informa no nosso aplicativo e as nossas gogirls vão na casa do cliente, recolhem as peças e levam para a loja, a loja avalia se está tudo certo, e aí sim é feito a cobrança.

O mais legal da nossa plataforma é que o cliente pode pedir 2 ou 3 tamanhos de uma mesma peça para realmente experimentar em casa e a devolução é gratuita.”

 

O app está disponivel para download na versão iOS aqui e Android aqui.

 

“Nossas entregadoras são somente mulheres”


Colaboradora GOBAG. (Foto: Reprodução/ Arquivo Pessoal)


Além de facilitar todo o processo de compra, a GOBAG é formada por uma rede de mulheres. Dessa forma impulsionando que mulheres ocupem cada vez mais o mercado de trabalho e conquistem sua independência financeira. “É uma oportunidade para elas já que os outros apps de entrega são mais focados no público masculino. Então, a GOBAG quer poder incluir a mulher mais no mercado de trabalho. Por isso, são apenas mulheres que fazem as entregas.”

 

Expansão 

 

Apesar de ter começado em Fortaleza no início do ano, a GOBAG já chegou em São Paulo para seguir o sonhos da sua fundadora. “Eu amo São Paulo acho essa cidade incrível de muitas oportunidades. Eu sempre pensei em morar fora ou então, morar aqui em São Paulo. Era algo que eu queria muito, eu sempre pensei em abrir a GOBAG. Aqui a dor paras pessoas é ainda mais forte, por conta do trânsito. Então, a gente decidiu começar as operações aqui em São Paulo porque já estávamos tendo procura de várias lojas.”

Dessa forma, nesse primeiro momento em São Paulo a GOBAG está investindo em captar lojas. Aliás, para tornar o processo mais fácil, as lojas que que entrarem na GOBAG não vão ter nenhum tipo de custo inicial. Apenas aquilo gerado com a venda dos itens. "Se a loja vender, ela paga uma comissão. Mas para estar na GOBAG, a loja não tem nenhum custo fixo."

Além da expansão física, a GOBAG quer mais. Nicole conta que o desejo é usar o app para formar uma comunidade. “A visão, hoje, do meu negócio é expandir cada vez mais e gerar uma comunidade. Eu quero que todo mundo que faz parte disso, os clientes e os colaboradores, sejam uma comunidade, que isso seja o life-style delas. Eu acredito muito que a gente está na era da colaboração.”

 

(Foto destaque: Nicole, CEO e fundadora da GOBAG com entregadora do app. Reprodução/ Arquivo Pessoal)

Deixe um comentário