Moda

Morre, aos 84 anos, o estilista japonês Issey Miyake

O famoso estilista japonês, Issey Miyake, morreu aos 84 anos de câncer no dia 5 de agosto. Saiba um pouco da história do estilista e os passos que o tornaram tão aclamado.

3 min de leitura
10 Ago 2022 - 10h00 | Atualizado em 10 Ago 2022 - 10h00

O famoso estilista japonês, Issey Miyake, cujas roupas plissadas atemporais o tornaram um dos queridinhos da indústria, morreu aos 84 anos. Ele morreu de câncer no dia 5 de agosto, confirmou seu escritório à CNN nesta terça-feira, dia 9 de julho.

Um funeral já foi realizado com sua família e amigos próximos, afirmou seu escritório, acrescentando que uma cerimônia memorial não será realizada, seguindo os desejos de Miyake.

Miyake tornou-se destaque internacional na década de 1980 com designs de vanguarda, considerados itens de colecionador.


Issey Miyake (Foto: Reprodução/Divulgação)


Atualmente, seus projetos são preservados em instituições como o Victoria and Albert Museum de Londres, o Museu de Arte Moderna de Nova York e o Museu de Arte da Filadélfia.

Miyake nasceu em Hiroshima, Japão, no ano de 1938. A bomba que foi lançada sobre a cidade em 1945 o deixou com uma dificuldade de caminhar, a qual o acompanhou até a idade adulta, e sua mãe faleceu três anos depois da exposição à radiação.

Decidido a não ser rotulado como o designer que escapou da bomba atômica, ele não mencionou sua infância traumática até 2009, quando escreveu sobre a experiência em um editorial de apoio ao desarmamento nuclear, publicado no New York Times.


Coleção de 2019 de Issey Miyake (Foto: Reprodução/Divulgação)


Miyake estudou design gráfico na Tama Art University de Tóquio antes de se mudar para Paris no ano de 1965. Lá, ele se matriculou na renomada escola de alfaiataria e costura École de la Chambre Syndicale de la Couture Parisienne.

Em Paris, Miyake trabalhou para Guy Laroche e Hubert de Givenchy, dois dos maiores nomes da alta costura, e depois se mudou para Nova York para ajudar Geoffrey Beene.

No ano de 1970, ele fundou seu próprio estúdio de design em Tóquio. Seus primeiros desenhos mesclavam Oriente e Ocidente, usando técnicas japonesas de bordado e desenhos de tatuagem.


Issey Miyake (Reprodução/Divulgação)


Na década de 1980, ele começou a desenvolver um novo tecido que podia se expandir verticalmente com centenas de pequenas dobras. Ele usou como inspiração os vestidos de seda plissados ​​Delphos desenhados por Henriette Negrin e seu marido Mariano Fortuny no início de 1900.

Miyake levou sua ideia a frente, misturando técnicas tradicionais e recém-desenvolvidas para criar roupas plissadas permanentes que eram ao mesmo tempo inovadoras e confortáveis.

O estilista recebeu vários prêmios por seu trabalho como designer de moda e como artista.

Foto destaque: Issey Miyake (Reprodução/Divulgação).

Deixe um comentário

Lorena Bueri CEO, Lorena Bueri, madrinha perola negra lorena bueri, lorena power couple, lorena bueri paparazzi, Lorena R7, Lorena Bueri Revista Sexy, Lorena A Fazenda, Lorena afazenda, lorena bueri sensual, lorena gata do paulistão, lorena bueri gata do paulistão, lorena sexy, diego cristo, diego a fazenda, diego cristo afazendo