Notícias

Ministra da Saúde peruana anuncia crise na saúde durante onda de protesto

Rosa Gutiérrez, ministra da saúde do Peru, anuncia crise grave na saúde no país perante a onda de protestos. 50 manifestantes já foram mortos, e outros feridos reclamam da falta de informação sobre os seus relatórios médicos.

3 min de leitura
21 Jan 2023 - 21h00 | Atualizado em 21 Jan 2023 - 21h00

O Ministério da Saúde do Peru e sua Ministra, Rosa Gutiérrez, anunciaram nesta quinta-feira (19) crise na saúde devido aos protestos. A informação é de que mais de 24 mil centros de saúde do país estão em “alerta vermelho”.

Em nota postada no twitter, o ministério informa:

“Todos os estabelecimentos de saúde estão atuando em sua capacidade máxima. Estão garantidos os serviços de emergência, internações, cirurgias, encaminhamento, repostas e bancos de sangue. 1516 ambulâncias estão sendo distribuídas estrategicamente”.

O Hospital de Emergência Villa El Salvador, localizado em Lima, estar sendo utilizado pelo Ministério e o vice-ministro da Saúde, Henry Rebaza, como centro de operação. Assim como o mesmo ganhou uma ampliação do se espaço para o atendimento de emergência.


Asunta Jumpiri chora no caixão de seu filho, morto aos 15 anos por um bala na cabeça durante protesto no Peru. Federico Rios/New York Times


O protesto já teve mais de 50 mortes de protestantes, além de rodovias estarem bloqueadas com grande rochas e cacos de vidros. A Ministra da Saúde, Rosa Gutiérrez, também pediu no seu pronunciamento que os protestantes limpem e bloquem as rodovias, para os casos de emergências consigam passar.

Uma das preocupações perante os protestos, é a falta de informação para os feridos. Em vários relatos, os feridos dizem que não receberam os seus relatórios médicos, entrando em conflito a própria lei peruana, levantando suspeitas dos manifestantes de que isso seja uma punição por participarem das manifestações.  

O Peru vive uma crise desde dezembro de 2022, quando Pedro Castillo tentou aplicar um Golpe de Estado e dissolver o Congresso ainda em seu mandato.

Desde então uma série de protestos vem assolando o país, e fazendo com que uma crise seja instalada. As exigências dos protestantes é que a atual presidente Dina Boluarte renuncie o seu cargo, que o Congresso passe por uma dissolução e que se faça uma nova Constituição.

Mesmo com os protestos, Dina Boluarte disse que o seu governo continua firme e que não pretende pedir renúncia. Para amenizar os protestos, Boluarte já tinha proposto que o seu mandato fosse diminuído e que uma nova eleição para presidente fosse adianta.

 

Foto destaque: Rosa Gutiérrez anuncia crise na saúde peruana. Reprodução/Twitter

Deixe um comentário

Lorena Bueri CEO, Lorena Bueri, madrinha perola negra lorena bueri, lorena power couple, lorena bueri paparazzi, Lorena R7, Lorena Bueri Revista Sexy, Lorena A Fazenda, Lorena afazenda, lorena bueri sensual, lorena gata do paulistão, lorena bueri gata do paulistão, lorena sexy, diego cristo, diego a fazenda, diego cristo afazendo