Tech

Microsoft usa blog da empresa para alerta geral sobre os ataques do Nobelium

Empresa especializada em desenvolvimento e comercialização de softwares, Microsoft, usa blog da transnacional para alertar e aponta o grupo de hackers russos, Nobelium, como os responsáveis pelos recentes ataques sofridos por americanos e europeus.

3 min de leitura
27 Out 2021 - 08h00 | Atulizado em 27 Out 2021 - 08h00

No último domingo (24), a companhia americana especializada no desenvolvimento de softwares, Microsoft, publicou um alerta afirmando que o Nobelium, grupo de hackers russos, apoiado pelo Estado, está por trás dos novos e – contínuos ataques – aos americanos e europeus. 

 

Vale lembrar que, o grupo apontado pela transnacional apresenta um histórico e, ao que tudo indica, foi responsável pelo ataque digital maciço contra a SolarWinds, empresa de gerenciamento e monitoramento de TI, em 2020. Depois, por volta de maio de 2021, a Microsoft detectou ataques do Nobelium contra agências governamentais e consultores. 


 

 Microsoft usa blog da empresa para lançar alerta. (Foto: Mati Mango/Pexels) 


 
 De acordo Threat Intelligence Cente (MSTIC) da empresa desenvolvida por Bill Gates e Paul Allen, os hackers tentaram obter acesso não só aos clientes de serviços de computação em nuvem como também a outros provedores de sistemas informáticos para inserir-se no governo e em grupos que trabalhem para ele. 

 

 O MSTIC acrescentou também que o ataque estava em andamento desde maio, pretendia atingir a base de 300 mil clientes e revelou que, desta vez, o Nobelium contou a ajuda de um “conjunto diversificado e dinâmico de ferramentas, incluindo malware sofisticado”. 

 

O vice-presidente da Microsoft, Tom Burt, usou o blog da empresa transnacional para comentar que o grupo russo “tem tentado replicar a abordagem usada em ataques anteriores, visando organizações que fazem parte da cadeia de suprimentos global de tecnologia da informação”. 

 

GTA Trilogy chega em novembro com preço salgado 

Instagram traz um 2021 cheio de atualizações na rede social 

Trump anuncia sua própria rede social após ser banido do Facebook e Twitter 


  Burt comentou também que, ao que tudo indica, desta vez os ataques do Nobelium foram direcionados às empresas responsáveis pela personalização dos serviços de computação da Microsoft e informou que mais de 140 revendedores e provedores de serviço já haviam sido alertados. 

 

 Ainda segundo Tom Burt, a velocidade dos ataques está aumentando e, apenas em 2021, a Microsoft precisou notificar mais de 600 mil clientes sobre, aproximadamente, 23 mil tentativas de acesso indevido. 

 
 

Foto Destaque: Logo da Microsoft na filial de Los Angeles, EUA. Lucy/Getty Images. 

Deixe um comentário