Money

Metaversos: aquisição de terrenos virtuais não saem por menos de R$ 60 mil

Comprar um local virtual para “morar”, ainda pode ser muito caro, se compararmos a terrenos reais. É isso que apontam o Decentraland e o The Sandbox, ambos, metaversos em detaque em blockchain da atualidade

3 min de leitura
08 Jan 2022 - 11h42 | Atualizado em 08 Jan 2022 - 11h42

Para aqueles que tiverem interesse em adquirir um pedaço de terreno virtual, na cotação atual, terá que desembolsar, a princípio, R$ 60 mil. Essa quantia alta se dá por conta do alto interesse por parte daqueles que buscam entrar ou conhecer mais sobre os metaversos. Essa alta demanda vem ocasionando a alta inflação nesses preços, permitindo que as plataformas mais conhecidas se popularizem ainda mais neste universo de realidade aumentada.

Segundo a revista Fortune, os terrenos virtuais Decentraland e The Sandbox detêm a maior parcela da popularidade atualmente. Ambos os terrenos, conhecidos também por “land”, custam em torno de US$ 11,1 mil e US$ 11,85 mil. Considerando a cotação vigente e, em moeda virtual Ethereum não saem abaixo de 3,46 e 3,7, respectivamente.

Possuindo 16m quadrados, o Decentraland, e 96m quadrados o The Sandbox, representam os menores terrenos de suas respectivas plataformas com áreas de 1x1 bloco terreno disponível. Segundo o publicado, em março do ano anterior, nesses mesmos universos virtuais, pedaços de terra saíam por menos de US$ 1 mil, ou R$ 5.650.


Interação virtual.(Foto:Reprodução/Olhar Digital)


Devido a crescente procura por parte dos admiradores de ativos virtuais, principalmente nos últimos meses, houve também um aumento no que se diz respeito a investimento no ramo. A exemplo, empresas como Adidas, Atari, já adquiriram seus pedaços de terrenos virtuais no The Sandbox. Outro exemplo é o rapper Snoop Dogg e a série The Walking Dead, que também já adquiriram seu espaço no metaverso. Por outro lado, o Australian Open de Tênis e a Samsung, já iniciaram parceria com a Decentraland.

A crescente demanda por Tokens Não Fungíveis (NFTs) desses ambientes virtuais vem causando forte elevação de valor dos ativos recentemente. Isso porque as porções de terras virtuais e demais itens, em sua grande maioria, equivalem a NTFs. Segundo a Exame, há pouco tempo houve uma negociação avaliada em 23 milhões, ou mais, no metaverso Decentraland e, no The Sandbox, uma embarcação foi adquirida por 4 milhões.

Empresas renomadas em seus setores vêm demonstrando fortes ambições no mundo dos metaversos. A exemplo, a empresa Meta (Facebook) já iniciou no desenvolvimento dos seus próprios ambientes virtuais em blockchain. Empresas como Microsoft, Disney e Nike também já asseguram disposição e demonstram interesse nesses pedaços de terras virtuais.

 

Foto destaque: Itens Metaverso. Reprodução Tecmundo

Deixe um comentário

Lorena Bueri CEO, Lorena Bueri, madrinha perola negra lorena bueri, lorena power couple, lorena bueri paparazzi, Lorena R7, Lorena Bueri Revista Sexy, Lorena A Fazenda, Lorena afazenda, lorena bueri sensual, lorena gata do paulistão, lorena bueri gata do paulistão, lorena sexy, diego cristo, diego a fazenda, diego cristo afazendo