Saúde

Média móvel de óbitos por Covid-19 no Brasil cai a 690 e apresenta queda nos números da pandemia

Brasil registra 206 mortes por Covid-19 e média móvel demonstra declínio. País contabiliza total de 649.195 óbitos e 28.764.822 casos registrados desde início da pandemia

3 min de leitura
28 Fev 2022 - 13h37 | Atualizado em 28 Fev 2022 - 13h37

Neste domingo (27), o Brasil registrou 206 mortes por Covid-19, chegando ao total de 649.195 vidas perdidas para o coronavírus desde o início da pandemia. A média móvel durante a última semana foi de 690 óbitos, 21,5% menor que o número registrado duas semanas atrás. O país não registrava uma média inferior a 700 desde o dia 3 de fevereiro deste ano. 

O índice é calculado a partir da média de mortes no país durante os últimos sete dias, sendo considerado a fonte de análise mais confiável para acompanhar os dados da pandemia no Brasil. Os números estão em declínio desde o dia 13 de fevereiro, porém o índice atual ainda é considerado elevado em relação às primeiras semanas de 2022, quando era registrada uma média inferior a 100. 

Os números são comparados com a média das duas semanas anteriores para analisar a situação da pandemia no país, possibilitando reconhecer se há tendência de alta, estabilidade ou queda de casos ou de óbitos. O recurso é utilizado para avaliar a tendência dos casos de maneira mais segura, devido aos esquemas de plantão das secretarias de saúde aos finais de semana, o que reduz a notificação de mortes causadas pelo coronavírus. 


Mulher sendo vacinada contra Covid-19 no Rio de Janeiro. (Foto: Reprodução/ Ricardo Moraes/ Reuters/ CNN)


Os dados são do consórcio de veículos de imprensa, formados por O Globo, G1, Extra, UOL, Folha de São Paulo e o Estado de São Paulo. A iniciativa foi criada a partir de inconsistências nos dados fornecidos pelo Ministério da Saúde, que restringia o acesso aos números da pandemia no país. 

O Brasil também registrou 21.371 casos de coronavírus neste último domingo, contabilizando um total de 28.764.822 infectados desde o início da pandemia. A média móvel de contaminados ficou em 79.605, chegando ao sexto dia seguido com o número abaixo de 100 mil e 41,1% menor que o índice contabilizado há 14 dias. 

O número de vacinados no país, que receberam ao menos a primeira dose, é equivalente a 80,27% da população nacional. Já a segunda dose, foi aplicada em 154.958.092 brasileiros, representando 72,13% do total de habitantes do país. A dose de reforço, no entanto, consta da carteira de vacinação de apenas  64.047.314 brasileiros. 

 

Foto destaque: Pessoas utilizando máscaras enquanto caminham em São Paulo. Reprodução/ Edilson Dantas/ Agência O Globo.

Deixe um comentário

Lorena Bueri CEO, Lorena Bueri, madrinha perola negra lorena bueri, lorena power couple, lorena bueri paparazzi, Lorena R7, Lorena Bueri Revista Sexy, Lorena A Fazenda, Lorena afazenda, lorena bueri sensual, lorena gata do paulistão, lorena bueri gata do paulistão, lorena sexy, diego cristo, diego a fazenda, diego cristo afazendo