Notícias

Líderes ocidentais mostram preocupação com operações militares ao redor de usina nuclear ucraniana

Lideranças de Estados Unidos, França, Alemanha e Reino Unido temem perigo de combates em torno da usina nuclear de Zaporizhzhia, que levantou visão de uma catástrofe possivelmente pior do que a de Chernobyl

3 min de leitura
22 Ago 2022 - 09h15 | Atualizado em 22 Ago 2022 - 09h15

A Casa Branca divulgou, neste domingo (21), que, em uma ligação, os presidentes Joe Biden dos Estados Unidos, Emmanuel Macron da França, o chanceler Olaf Scholz da Alemanha e o primeiro-ministro Boris Jhonson do Reino Unido conversaram, entre outros assuntos, sobre possíveis medidas de segurança contra os combates ao redor da usina nuclear de Zaporizhzhia na Ucrânia e afirmaram seu apoio contínuo no conflito contra a Rússia.

Os líderes reafirmaram a necessidade de evitar operações militares próximas à usina nuclear e concordaram em solicitar o envio rápido de uma missão de inspetores da Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA – IAEA, em inglês) à usina nuclear ucraniana para realizar atividades de proteção e segurança no local. A operação não foi detalhada.

O presidente Biden conversou com o presidente Emmanuel Macron da França, o chanceler Olaf Scholz da Alemanha e o primeiro-ministro Boris Johnson do Reino Unido. Os líderes afirmaram seu apoio contínuo aos esforços da Ucrânia para se defender contra a agressão russa. Eles também discutiram a situação na Usina Nuclear de Zaporizhzhya, incluindo a necessidade de evitar operações militares perto da usina e a importância de uma visita da AIEA o mais rápido possível para verificar o estado dos sistemas de segurança”, comunicou a Casa Branca.

Segundo Macron afirmou, na sexta-feira (19), o presidente russo, Vladimir Putin, havia aceitado que os inspetores da AIEA visitassem a fábrica.


Usina Nuclear de Zaporizhzhya vista de cima. (Foto Destaque: Reprodução/estadao)


A Usina Nuclear de Zaporizhzhya é a maior da Europa e está entre as 10 maiores do mundo em instalação e em produção. Desde março deste ano, as tropas russas têm ocupado a usina. Nas últimas semanas os combates aumentaram na região e o local começou a sofrer bombardeios. Na semana passada, a IAEA já havia apontado para “um risco muito real de desastre nuclear”.

A usina ucraniana continua em funcionamento durante o conflito, sendo mantida por ucranianos rendidos por soldados russos.

 

 

Foto Destaque: Usina Nuclear de Zaporizhzhya. Reprodução/Zuma Press

Deixe um comentário

Lorena Bueri CEO, Lorena Bueri, madrinha perola negra lorena bueri, lorena power couple, lorena bueri paparazzi, Lorena R7, Lorena Bueri Revista Sexy, Lorena A Fazenda, Lorena afazenda, lorena bueri sensual, lorena gata do paulistão, lorena bueri gata do paulistão, lorena sexy, diego cristo, diego a fazenda, diego cristo afazendo