Saúde

Langya henipavirus: conheça o novo vírus identificado na China

O vírus zoonótico Langya foi relatado na China e registrou 35 pessoas infectadas até agora. O novo tipo de henipavirus foi encontrado nas províncias chinesas de Shandong e Henan, de acordo com fontes locais.

3 min de leitura
10 Ago 2022 - 14h56 | Atualizado em 10 Ago 2022 - 14h56

Quase três anos após o novo coronavírus ter sido detectado na China, um novo vírus zoonótico foi descoberto nas duas províncias orientais do país, Shandong e Henan, com 35 infecções identificadas até agora. O novo tipo de henipavirus também é conhecido como Langya henipavirus ou o LayV.

Os henipavirus são classificados como patógenos de biossegurança nível 4 (BSL4). Eles podem causar doenças graves em animais e seres humanos, e até agora não há medicamentos licenciados ou vacinas destinadas a seres humanos.

O vírus recém-descoberto é um "henipavirus filogeneticamente distinto", de acordo com um estudo recente – um henipavirus zoonótico em pacientes febris na China – publicado no “New England Journal of Medicine”.

Os tipos que tinham sido identificados antes disso incluíram Hendra, Nipah, Cedar, Mojiang e o vírus de morcego de Gana. De acordo com o Centro de Prevenção e Controle de Doenças dos EUA, o vírus do cedro, o vírus do morcego ganês e o vírus Mojiang não são conhecidos por causar doenças humanas, enquanto o Hendra e o Nipah infectam humanos e podem causar doenças fatais.

O Langya, entretanto, é conhecido por causar febre, e o estudo divulgado pede uma investigação mais profunda da doença humana associada. A pesquisa acrescenta que a organização do genoma de Langya é "idêntica à de outros henipavirus", e que está intimamente relacionada com o Mojiang, que foi descoberto no sul da China.

O novo tipo de vírus foi descoberto no leste da China durante testes de vigilância de pacientes que tinham febre, juntamente com uma história recente de exposição animal. Foi identificado e isolado da amostra de salivas de um desses pacientes.


Vacinas deverão ser desenvolvidas para conter o novo vírus. (Foto/Reprodução/Cloudfront)


De acordo com o estudo do “New England Journal of Medicine”, 35 pacientes com infecção por LayV foram encontrados nas províncias de Shandong e Henan, dos quais 26 foram infectados apenas com essa nova versão e nenhum outro patógeno.

A pesquisa analisou os 26 pacientes com apenas infecção por LayV para identificar os sintomas associados. Enquanto todos os 26 apresentaram febre, 54% desses relataram fadiga, 50% apresentaram tosse, 38% queixaram-se de náusea. Além disso, 35% do total queixaram-se de dor de cabeça e vômitos. O estudo descobriu que 35% tinham função hepática prejudicada, enquanto 8% tiveram sua função renal afetada.

Os pacientes foram acompanhados por anormalidades de: trombocitopenia (35%), leucopenia (54%), insuficiência hepática (35%) e função renal (8%), observou a investigação. A trombocitopenia é baixa contagem de plaquetas, enquanto a leucopenia significa uma queda na contagem de glóbulos brancos, por sua vez, reduzindo a capacidade de combate a doenças do corpo.

De acordo com as resoluções, o novo vírus saltou de um animal para os humanos. O RNA do vírus LayV tem sido predominantemente encontrado em musaranhos, que podem ser seus hospedeiros naturais. O estudo centrou-se nesses animais após a realização de testes de animais domésticos e selvagens. Entre os animais domésticos, a soropositividade foi detectada em caprinos e cães.

Em relação à transmissão humano-humana, ainda não há respostas claras. Os autores da pesquisa declararam que o tamanho da amostra de sua investigação é muito pequeno para determinar a transmissão de humano para humano.

No entanto, eles apontam que entre os 35 pacientes infectados pelo vírus não houve contato próximo ou história de exposição comum, o que sugere que a infecção na população humana pode ser esporádica. O estudo observou ainda que o rastreamento de contato de nove pacientes com 15 familiares de contato próximo não revelou transmissão da nova versão.

Foto destaque: China descobre novo vírus: o "Langya". Reprodução/i0

Deixe um comentário

Lorena Bueri CEO, Lorena Bueri, madrinha perola negra lorena bueri, lorena power couple, lorena bueri paparazzi, Lorena R7, Lorena Bueri Revista Sexy, Lorena A Fazenda, Lorena afazenda, lorena bueri sensual, lorena gata do paulistão, lorena bueri gata do paulistão, lorena sexy, diego cristo, diego a fazenda, diego cristo afazendo