Saúde

Homem é curado do vírus do HIV após tratamento raro

Quinto paciente curado em julho de 2022, do vírus do HIV que provoca a AIDS, revelou sua identidade. Após quase um ano, em rara entrevista para uma emissora americana.

3 min de leitura
21 Abr 2023 - 16h30 | Atualizado em 21 Abr 2023 - 16h30

Paul Edmonds, 67 anos, mora em Desert Hot Springs na Califórnia. Foi diagnosticado com HIV em 1988, ano em que houve o pico da epidemia no país, e foi curado da doença em sua totalidade em julho de 2022. “Paciente da Cidade da Esperança” – como era conhecido na época, pois se manteve em anonimato até então. O nome foi dado em homenagem ao hospital em que foi tratado.

O processo usado para curar o paciente é um raro e arriscado transplante de células-tronco, de uma pessoa que possui uma mutação no sangue, os tornando resistentes ao HIV. Como mencionado, o procedimento é arriscado, reservado para pessoas como Edmonds, que sofrem com o câncer em estágio avançado. Pois, o transplante também pode resultar em infecção mortal.

Apesar do tratamento ser agressivo e bem limitado, os médicos comemoraram a vitória dele: “Ficamos emocionados em informá-lo de que seu HIV está em remissão e que ele não precisa mais tomar a terapia antirretroviral que vinha usando há mais de 30 anos. Ele viu muitos de seus amigos morrerem de aids nos primeiros dias da doença e enfrentou tanto estigma quando foi diagnosticado com HIV em 1988. Mas agora, ele pode comemorar esse marco médico”, disse Jana Dictker, médica de Edmonds.

“Fiquei incrivelmente agradecido. Estou grato por estar vivo. Fiquei grato por haver um doador”, disse ele à ABC.


Á direita de Paul Edmonds a médica Jana Dickter, e á esquerda o médico Monzr Al Malki, MD(Foto:Reprodução/ City of Hope)


Epidemia de AIDS

Um jornal pouco conhecido, mas que fazia publicações semanalmente, publicou um novo caso de saúde pública. Em 5 de junho de 1981, o Centro para Controle de Doenças (CDC) divulgou que, cinco jovens homossexuais haviam sido diagnosticados com infecção pulmonar incomum, conhecida como pneumonia por Pneumocystis carinii (PCP) e dois desses pacientes haviam morrido.

Foi quando a síndrome da imunodeficiência adquirida (Aids), ficou conhecida. Infecção pelo vírus HIV que levou mais de 32 milhões de pessoas em todo o mundo á morte.

Foto Destaque: Paul Edmonds em entrevista á ABC
Reprodução/ ABC/ Metrópoles.

Deixe um comentário

Lorena Bueri CEO, Lorena Bueri, madrinha perola negra lorena bueri, lorena power couple, lorena bueri paparazzi, Lorena R7, Lorena Bueri Revista Sexy, Lorena A Fazenda, Lorena afazenda, lorena bueri sensual, lorena gata do paulistão, lorena bueri gata do paulistão, lorena sexy, diego cristo, diego a fazenda, diego cristo afazendo