Notícias

Governo exonera Mario Frias da Secretaria Especial da cultura

Filiado ao PL, Mario Frias sai do comando da Secretaria da Cultura com anúncio de pré-candidatura a deputado federal por São Paulo. Hélio Ferraz de Oliveira assume o órgão

3 min de leitura
31 Mar 2022 - 11h30 | Atualizado em 31 Mar 2022 - 11h30

Nesta quinta-feira (31), foi publicado no Diário Oficial da União (DOU) a exoneração de Mario Frias do cargo de comando da Secretaria Especial da Cultura do Ministério do Turismo e a nomeação de Hélio Ferraz de Oliveira, até então secretário nacional do audiovisual e secretário adjunto da pasta.

Frias anunciou sua pré-candidatura a deputado federal por São Paulo, no último dia 12 de março, quando se filiou ao Partido Livre (PL) junto ao Presidente Jair Bolsonaro.


Presidente Jair Bolsonaro assina ficha de filiação ao PL de Mario Frias. (Foto: Reprodução/Instagram)


 

O também ator, Mario Frias, assumiu o cargo de secretário da cultura em junho de 2020, em substituição a atriz Regina Duarte.

Ainda nesta quinta-feira (31), além de Mario Frias, foram publicadas também as exonerações de Alexandre Ramagem, que ocupava o cargo de diretor-geral da Abin (Agência Brasileira de Inteligência), e de Sérgio Camargo, que presidia a Fundação Cultural Palmares. Dessas exonerações do governo federal, Frias é o único que já teve substituto apontado.

O ex-secretário, Marcelo Frias, teve o nome envolvido em uma polêmica recentemente. Na ocasião, a Comissão de Educação, Cultura e Esporte do Senado aprovou um convite para que Mario explique os gastos de R$ 39 mil, realizados com recursos públicos, em uma viagem feita em dezembro de 2021, para Nova Iorque.  Mas, como é apenas um convite, Frias não é obrigado a comparecer.

O atual secretário especial da cultura, Hélio Ferraz, estava junto a Mario na viagem, segundo o portal do g1.

Na época, o então secretário negou qualquer irregularidade.

De acordo com o Portal da Transparência, o motivo da viagem foi a discussão de um projeto de audiovisual com o empresário Bruno Garcia e com o lutador de jiu-jitsu Renzo Gracie. O Ministério Público pede que o Tribunal de Contas da União (TCU) investigue os gastos, mas ainda não houve decisão.

Foto Destaque: Mário Frias foi exonerado do cargo de Secretário Especial da Cultura. Reprodução/Roberto Castro/Mtur

Deixe um comentário

Lorena Bueri CEO, Lorena Bueri, madrinha perola negra lorena bueri, lorena power couple, lorena bueri paparazzi, Lorena R7, Lorena Bueri Revista Sexy, Lorena A Fazenda, Lorena afazenda, lorena bueri sensual, lorena gata do paulistão, lorena bueri gata do paulistão, lorena sexy, diego cristo, diego a fazenda, diego cristo afazendo