Música

‘Gasoline’: The Weeknd enfrenta a si mesmo no clipe macabro da faixa

Dando sequência à divulgação do recém lançado Dawn FM, The Weeknd lançou hoje (11) o clipe de Gasoline, uma das faixas do álbum. No vídeo, seu futuro e seu presente se enfrentam.

3 min de leitura
11 Jan 2022 - 22h55 | Atulizado em 11 Jan 2022 - 22h55

O sol já está à pino! Continuando a narrativa que tem traçado com seus clipes e a divulgação do recém lançado “Dawn FM”, o segundo álbum de sua futura trilogia, The Weeknd lançou hoje (11) o clipe da faixa “Gasoline”, onde suas duas versões se encontram pela primeira -e, talvez, única- vez. O videoclipe é o terceiro, solo, da Era “Dawn FM”, chegando após “Take My Breath” e “Sacrifice”, que foi divulgado no último dia 7, mesmo dia em que o disco.


Assista ao clipe de "Gasoline" (Reprodução/YouTube)


Após a boate claustrofóbica de “Take My Breath” e o ritual de “Sacrifice”, onde The Weeknd teve sua “alma” posta para fora do corpo por uma sociedade distópica, em “Gasoline”, Abel, já idoso e atormentado por formigas que saem de sua orelha, onde possui um aparelho auditivo, e se infiltram em seu carro, acaba sofrendo uma batida. Com um rádio meio fora de sintonia, na 103.5, e uma música eletrônica e lúgrube o guiando, ele se vê chegando em uma balada que pode, facilmente, ser um purgatório.

Figuras dualistas que transitam entre o angelical e o profano o cercam, enquanto o velho The Weeknd tenta se concentrar em qual lugar está. Já, seu presente, parece se divertir, ao mesmo tempo em que demonstra angústia naquele lugar. Ao notarem a presença um do outro, futuro e presente no mesmo plano dimensional, eles entram em um embate.


The Weeknd para o clipe de "Gasoline" (Foto: Reprodução/Twitter)


Quando questionado sobre o que seu público poderia esperar de “Dawn FM”, o canadense definiu: “Imagine o álbum como se o ouvinte estivesse morto. E eles estão presos neste estado de purgatório, que eu sempre imaginei que seria como estar preso no final do túnel. E enquanto você está preso no trânsito, eles têm uma estação de rádio tocando no carro, com um locutor guiando você para o semáforo e ajudando na transição para o outro lado. Portanto, pode parecer comemorativo, pode parecer desolador, na maneira que você quiser que pareça, mas isso é The Dawn para mim".

As referências estão surgindo conforme os clipes são lançados. Em “Take My Breath”, Abel passa por um túnel, sob o sol nascente, que o guia até a boate. Já em “Gasoline”, onde sua versão idosa é morta, encerrando seu futuro, ele é guiado para lá, seu próprio purgatório, através do rádio. A “transição para o outro lado”, pode ser o próximo passo narrado, de maneira muito particular, no próximo videoclipe, sequenciando a história em formação.

Em suas redes sociais, The Weeknd sugeriu que seus fãs estão diante de uma nova trilogia: “eu me pergunto… você sabia que está vivenciando uma nova trilogia?”. Um fã teorizou: ”Sim, nós sabemos. O personagem morreu em After Hours e está em estado de purgatório na Dawn FM, no 3º capítulo ele vai para o céu ou para o inferno.”



Através de seu Twitter, o músico apareceu para noticiar um novo lançamento, “um mundo alternativo” de “Sacrifice”, que será lançado ainda durante a madrugada.

Em menos de 24 horas desde o seu lançamento, o clipe de “Gasoline” acumula mais de 1,6 milhões de visualizações no YouTube e permanece em #14 nos vídeos em alta da plataforma. Já o de “Sacrifice”, que chegou há menos de uma semana, atingiu a marca de 11 milhões de views e está em #10 dos em alta.

Foto destaque: The Weeknd para “Gasoline”. Reprodução/Twitter

LEIA MAIS

Deixe um comentário