Money

GAP entra no mundo das NFTs

Uma das maiores varejistas especializadas em roupas dos Estados Unidos, a GAP, entra no mundo nas NFTs (Tokens Não-Fungíveis). Seus NFTs custarão por volta de US$ 8,30 a US$ 415,00 e serão atribuídos a um grupo de moletons físicos.

3 min de leitura
15 Jan 2022 - 12h36 | Atualizado em 15 Jan 2022 - 12h36

Com sede situada no estado da Califórnia, na cidade de São Francisco, a GAP, uma das grandes no setor de varejo americano de roupas, anunciou na quinta-feira (13), os NFTs - (Tokens Não-Fungíveis) dos seus moletons. Essa jogada valorizou sua marca na Bolsa americana, suas ações subiram em torno de 5%.

A atitude da empresa inova no mercado e é comparada a companhias como a Nike, que outrora também revelou ter comprado a RTFKT, empresa de NFT, no mês passado. Essa investida aponta para o desejo da empresa varejista de, além de se atualizar e embarcar no universo virtual, passar a vender ativos virtuais por dinheiro real.

O valor informado para o grupo de moletom físico é variável, sendo o menor custando US$ 8,30 e o maior na casa dos US$ 415,00. A justificativa para a alta variação é justamente devido à alta oscilação do valor da criptomoeda a ser utilizada para aquisição.

Companhias como a Mattel, empresa americana de brinquedos sediada em El Segundo, maior fabricante do mundo, lançam também seus NFTs da Barbie e Hot Wheels. A forte popularização e expansão dos ativos digitais levou empresas, como a GAP, a explorar ainda mais esse universo virtual. Este ano, artistas já estão negociando, por meio dos NFTs, suas obras na casa dos milhões de dólares.

Para hospedar seus NFTs, a GAP buscou a empresa de tecnologia peer-to-peer (P2P) Tezos para hospedar seus NFTs. Entretanto, suas criptomoedas necessárias para adquirir os NFTs, possuem grande “rastro” de carbono e por conta disso vem sendo criticadas. A tecnologia P2P é capaz de alterar seus conjuntos de ordens sem causar tantos danos ou interferências na rede.

Junto com o artista Brandon Sines, criador do desenho animado “Frank Ape”, a GAP vem trabalhando na coleção NFT abrigada no livro-razão compartilhado e imutável (blockchain) da Tezos.

Foto destaque: Moletom GAP desenhado por Brandon Sines. Reprodução/Tech2N.

LEIA MAIS

Deixe um comentário