Esportes

Flamengo goleia Olímpia no Paraguai e leva vantagem para chegar às semifinais da Libertadores

Equipe rubro-negra 4 a 1 sobre o Olímpia e encaminha classificação às semifinais da Libertadores. O Flamengo já registra 29 gols feitos e apenas sete sofridos desde a chegada de Renato Gaúcho ao elenco.

3 min de leitura
12 Ago 2021 - 12h12 | Atulizado em 12 Ago 2021 - 12h12

O Estádio Manuel Ferreira, no Paraguai, foi palco de mais uma bela atuação do Flamengo no comando do técnico Renato Gaúcho, na noite desta quarta-feira (11). Em jogo de muita movimentação do VAR e domínio total do clube do Rio de Janeiro, o Rubro-Negro bateu o Olímpia por 4 a 1 e está próximo das semifinais da Libertadores. A partida marcou também a primeira vitória do time carioca sobre os paraguaios na história da competição, que segue forte em busca pelo tri da América.


Gabriel Barbosa, eleito melhor em campo, ao comemorar seu primeiro gol na partida. ( Reprodução: Cesar Olmedo/Pool/AFP/Getty Images)


O jogo começou bastante intenso, com a protocolar pressão do time da casa nos 15 minutos iniciais. Mas logo após uma boa jogada tabelada entre a dupla Gabi e Bruno Henrique, a bola parou nos pés de Arrascaeta, livre dentro da área, que, com imensa tranquilidade, só teve o trabalho de tirar do goleiro e abrir o placar para os visitantes. Depois da partida paralisada por 11 minutos devido a um encontro de Arrascaeta com o braço no rosto do lateral Salazar, que o levou a ser retirado por ambulância do gramado e substituído por Otálvaro, o clima do confronto aumentou.

Se não fosse pelo VAR, em jogada na qual enxergou um pênalti em sua origem, sofrida pela camisa 14 flamenguista, o lance teria seguido e o lateral Filipe Luis teria sido expulso pelo segundo cartão amarelo. O arbitro voltou atrás, deu a falta na marca penal e Gabigol, como esperado, converteu e ampliou. Logo em seguida, Torres, de cabeça, chegou a diminuir para o Olímpia pouco antes do primeiro tempo acabar.

Leia mais: 

https://lorena.r7.com/post/Lionel-Messi-fala-pela-primeira-vez-como-jogador-do-PSG-Espero-que-seja-um-ano-extraordinario-para-nos

https://lorena.r7.com/post/Reedicao-de-sucesso-Messi-e-Neymar-juntos-novamente

https://lorena.r7.com/post/Paulinho-futebol-e-religiao-jogador-ganha-reconhecimento-por-suas-acoes-contra-a-intolerancia-religiosa-e-recebera-Medalha-Pedro-Ernesto  

Na segunda etapa a equipe de Renato retornou muito atenta, e logo aos 7 minutos Gabi foi oportunista e desviou o chute fraco de Bruno Henrique, que iria para fora, aplicando o terceiro gol do Flamengo e o segundo dele na partida. E coube mais. Já nos últimos minutos, Vitinho, que havia saído do banco, disparou a frente para dar opção a Gabriel, que recebeu um ótimo lançamento de Thiago Maia, e teve seu momento de garçom entregando a bola para o camisa 11 que lentamente empurrou para dentro das redes, definindo o placar e a goleada flamenguista.

A vitória também serviu para acalmar os ânimos e empolgar novamente o torcedor rubro negro, depois de ter sido goleado em casa pelo Internacional, na última rodada do campeonato brasileiro. Os “coringas” do Renato seguem invictos na Libertadores e firmes para repetir as campanhas de 1981 e 2019, a sonhada glória eterna. O Flamengo voltará a campo para o jogo da volta na próxima quarta-feira (18), às 19h15, em Brasília. A mudança ocorreu após o governo do Distrito Federal liberar a presença de público no estádio Mané Garrincha - um limite de até 25% da capacidade do estádio.

Vale lembrar que em caso de confirmação da classificação, o Flamengo poderá ter pela frente o Fluminense, que enfrenta o Barcelona em outro confronto das quartas de finais da Libertadores. 

 

(Foto Destaque: Flamengo em comemoração do primeiro gol partida. Reprodução: Christian Alvarenga/Getty Images)

Deixe um comentário