Notícias

Família Bolsonaro diminui média de postagens diárias após vitória de Lula

Média de postagens diárias do clã Bolsonaro no Facebook passa de 26 para menos de 2, após vitória de Lula no segundo turno. Silêncio ocorre em meio a bloqueio de contas de aliados.

3 min de leitura
07 Nov 2022 - 18h25 | Atualizado em 07 Nov 2022 - 18h25

Desde o último dia 30 quando Luiz Inácio Lula da Silva (PT) foi eleito, as postagens no Facebook de Jair Bolsonaro (PL) e seus filhos políticos – Flávio, Carlos e Eduardo Bolsonaro – ocorreu uma grande diminuição, em comparação a frequência durante o período eleitoral.

A família é conhecida pelo uso das redes sociais como principal meio de comunicação com os eleitores. Os dados apurados foram feitos pela GLOBO com base na plataforma de monitoramento de redes da Meta CrowdTangle. A média de publicações por dia, no Facebook, é 14 vezes menos que a registrada durante a campanha eleitoral, os conteúdos compartilhados no Facebook costumam ser os mesmos para todas as redes.


Pesquisa das redes sociais da família Bolsonaro. (Foto:Reprodução/O Globo)


Entre 4 de agosto e o domingo do segundo turno (30), os perfis fizeram, em média, 26 postagens por dia somados. Nos cinco dias seguintes à derrota de Jair Bolsonaro (PL) no segundo turno, o clã fez apenas nove postagens no Facebook o que significa uma média de menos duas publicações por dia, somando o perfil do ex-presidente e dos filhos.

Durante a campanha eleitoral, a conta do Flávio foi a mais ativa, com dez publicações diárias, em média, em seguida, a conta de Jair Bolsonaro, que somou oito postagens por dia. Após o segundo turno em que Lula (PT) foi eleito, o total de publicações foram quatro de Flávio, três de Eduardo e duas de Jair. Carlos, que era quem fazia as estratégias da campanha digital do pai, não usou as redes sociais desde então.


Pesquisa das redes sociais da família Bolsonaro. (Foto:Reprodução/O Globo)


No perfil de Jair Bolsonaro (PL), as duas publicações compartilhadas foram a transmissão ao vivo do seu primeiro pronunciamento depois do anuncio da vitória de Lula na corrida presidencial, e um vídeo, da última quarta-feira, em que Bolsonaro pediu o fim dos bloqueios de estradas e deu apoio a atos golpistas.

David Nemer, professor do Departamento de Estudos de Mídia da Universidade da Virgínia, nos Estados Unidos, que estuda grupos bolsonaristas no WhatsApp, destaca que o “sumiço” do clã nas redes tem alimentado teorias da conspiração sobre o processo eleitoral e pode ser uma estratégia para evitar bloqueios de contas determinados pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). “O plano da teoria da conspiração, nesse caso, seria mostrar que houve uma fraude, quando não houve. Os apoiadores estão o tempo todo atrás de sinais de que algo está sendo feito e interpretam até mesmo os gestos do presidente. O silencio pode ainda ser receio de promover desinformação para deslegitimar o processo eleitoral e ter as contas banidas”, diz Nemer.

Flávio foi o único a se manifestar nas 24 horas seguintes do resultado e usou a rede para demonstrar apoio ao pai e para compartilhar imagens dos atos nas ruas do Rio de Janeiro que pedem a intervenção federal, assim como fez Eduardo.

Eduardo voltou às redes no sábado para criticar bloqueio de contas de bolsonaristas que estavam compartilhando desinformação nas redes sociais. O caso foi da deputada federal Carla Zambelli (PL-SP) e do deputado Nikolas Ferreira (PL-MG). A conta do deputado mineiro foi bloqueado depois dele compartilhar uma live feita por um argentino, amigo de Eduardo, em que ele faz acusações infundadas sobre a totalização de votos no Brasil, por não ser informações verídicas, a conta foi suspensa.

Foto Destaque: Jair Bolsonaro e seus filhos Flávio, Eduardo e Carlos. Reprodução: TSE.

Deixe um comentário

Lorena Bueri CEO, Lorena Bueri, madrinha perola negra lorena bueri, lorena power couple, lorena bueri paparazzi, Lorena R7, Lorena Bueri Revista Sexy, Lorena A Fazenda, Lorena afazenda, lorena bueri sensual, lorena gata do paulistão, lorena bueri gata do paulistão, lorena sexy, diego cristo, diego a fazenda, diego cristo afazendo