Bem Estar

Exames pré-operatórios: conheça a importância antes de se submeter a qualquer cirurgia

Pacientes que têm a necessidade de intervenção operatória, é necessário passar por exames pré-operatórios (que são aqueles que os médicos pedem antes de realizar a cirurgia). Entenda qual a importância desses procedimentos para a medicina e par

3 min de leitura
18 Nov 2021 - 19h39 | Atulizado em 18 Nov 2021 - 19h39

É de praxe que todas as pessoas que precisam se submeter à uma cirurgia eletiva (aquelas cirurgias que podem ser agendadas), devem realizar exames pré-operatórios; uma espécie de check-up, que auxilia os médicos a aveririguar como está seu estado de saúde geral, para que os procedimentos sejam realizados com toda a segurança possível com o paciente, fazendo assim, que esta cirurgia seja um sucesso.

Os exames mais comuns são: ECG (o famoso eletrocardiograma), hemograma completo, tipagem sanguínea, exames de urina, radiografia do tórax e coagulograma. Todos estes da lista são realizados em todos os pacientes, independentemente de sua idade. Geralmente, esses exames possuem validade de até 12 meses, mas, dependendo do grau de urgência e do histórico do paciente, é possível que seu médico peça para realizar outro exame antes mesmo do anterior perder sua validade.


Médico realizando ECG (Eletrocardiograma) em paciente. (Foto:Reprodução/ Getty Images)


Caso haja alguma alteração fora dos padrões normais necessários constatados nos exames, muito possivelmente que seu médico reagende sua cirurgia, até que você esteja apto para se submeter ao procedimento cirúrgico. Quando isso acontece, é natural que o paciente se fruste, pois estes criam grandes expectativas, principalmente pelo desejo de ter a possibilidade de se livrar de algum problema que esteja incomodando-o há algum tempo. Foi o que aconteceu com a dona-de-casa Elieci Paula, que teve que se submeter a uma cirurgia oral, mas, antes de passar pela cadeira cirúrgica, esta teve seu procedimento adiado, já que foi diagnosticada com hipertensão.

De acordo com especialistas que acompanharam o caso de Elieci, se ela não passasse pelo procedimento pré-cirúrgico, adequado sua medicação por três semanas, e não tivesse um acompanhamento minucioso, ela poderia sofrer um AVC durante sua cirurgia oral. Graças ao cuidado que tiveram com a paciente, os especialistas puderam aplicar a anestesia correta, e realizaram o procedimento com sucesso.


Paciente aguardando cirurgia. (Foto:Repodução/Getty Images)


Então, por menor que seja qualquer procedimento operatório, é muito importante você se cuidar para que tudo no final ocorra bem. É necessário seguir todas as orientações médicas e ter paciência, para que você mais tarde possa estar com a saúde plena e viver plenamente.

 

Foto Destaque: Médicos em procedimento cirúrgico de paciente. Foto: (Imagem/Reprodução: Pixabay)

Deixe um comentário