Turismo

Emissão de vistos americanos tem entrevistas represadas e tempo de espera ultrapassa 400 dias

Brasileiros estão viajando para outros estados para conseguir emitir seus vistos americanos de turismo e negócios. Muitos estão gastando a mais, tendo que pagar despachante. Em outros países a fila permanece ainda maior.

3 min de leitura
02 Dez 2022 - 20h10 | Atualizado em 02 Dez 2022 - 20h10

Desde que os Estados Unidos reabriram as suas fronteiras, os brasileiros continuam enfrentando longas filas para tirar o visto americano de turismo e negócios.

Em São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília, o tempo de espera para ser entrevistado ultrapassa 400 dias. Em Recife e Porto Alegre, são mais de 200.


Dados sobre vistos americanos emitidos no Brasil na legenda e conteúdo de post no Twitter. (Post: Twitter/@grupoairbatman)


Tem brasileiro topando viajar para outro estado quando surge uma vaga em um consulado distante do seu local de moradia. Muitos estão gastando a mais, tendo que pagar despachante.

Em Nova Delhi (Índia) a fila de espera é de 961 dias, o que comprova que o problema não é só com os brasileiros; em Bogotá (Colômbia), de 799 dias; na Cidade do México, de 675 dias e, em Toronto, (Canadá), de 448 dias.

O G1 apurou que até o dia 30 de novembro, o tempo de espera para fazer a entrevista na embaixada e consulados brasileiros estava assim:

São Paulo: 484 dias;

Brasília: 427 dias;

Rio de Janeiro: 428 dias;

Recife: 365 dias;

Porto Alegre: 289 dias.

A modalidade para vistos de turismo e negócios nos EUA é classificada como B1/B2. "Outras modalidades também estão com o tempo de espera normalizado. Estudantes de intercâmbio que vão tirar o visto pela primeira vez, por exemplo, só precisam aguardar de 2 a 10 dias para o dia da entrevista, a depender do consulado", escreveu os repórteres do G1.

"Todos os dias, eu entrava e atualizava a página de agenda de todos os consulados do Brasil. Eu consegui uma vaga para agosto, mas em Brasília. Só que meu pai mora em Campinas (SP). Mesmo assim, eu fiz o agendamento, ele pegou um ônibus e, enfim, conseguiu", disse a estudante brasileira Mayara Parise, 27.

"Fiquei entrando no site várias vezes e achei uma vaga sobrando para Porto Alegre (RS) para agosto de 2023 e é essa que eu estou esperando agora", comenta o paulista Marcello Pagano Silva que terá que se locomover em território doméstico para fazer a entrevista para adesão do visto.

A embaixada dos EUA no Brasil disse ao g1 que está "trabalhando diligentemente para aumentar a disponibilidade de vagas para todas as classes de vistos". A paralisação dos serviços durante o período da pandemia de Covid-19 represou os atendimentos que refletem até hoje nos consulados ou embaixadas, pois eles interromperam os serviços de emissão de vistos.

 

Foto Destaque: É importante checar se todos os documentos estão em ordem e monitorar o site do consulado para tentar adiantar a data da entrevista. Reprodução/Twitter TVI

Deixe um comentário

Lorena Bueri CEO, Lorena Bueri, madrinha perola negra lorena bueri, lorena power couple, lorena bueri paparazzi, Lorena R7, Lorena Bueri Revista Sexy, Lorena A Fazenda, Lorena afazenda, lorena bueri sensual, lorena gata do paulistão, lorena bueri gata do paulistão, lorena sexy, diego cristo, diego a fazenda, diego cristo afazendo