Notícias

Em 2023, Johnson & Johnson deixará de vender talco que é alvo de ações por composição cancerígena

Empresa enfrenta dezenas de milhares de ações judiciais movidas por mulheres que dizem ter desenvolvido câncer de ovário após o uso regular de talco. Saiba mais!

3 min de leitura
12 Ago 2022 - 16h00 | Atualizado em 12 Ago 2022 - 16h00

A Johnson & Johnson anunciou que substituirá o pó de bebê à base de talco no próximo ano e, em vez disso, usará o amido de milho na composição do produto. O anúncio foi feito nesta sexta-feira (12).

O pó à base de talco está no centro de inúmeras ações judiciais movidas por mulheres que dizem ter desenvolvido câncer de ovário após o uso regular do produto. Vale destacar que o talco não é vendido nos Estados Unidos e Canadá desde 2020, mas no Brasil, ainda é possível encontrar o produto em drogarias e cosméticos.

A empresa diz que continua confiante na segurança do produto. Mas, em um comunicado emitido, a Jhonson & Jhonson declarou que deixaria de vender pó à base de talco em todo o mundo no próximo ano como parte de uma “avaliação de portfólio mundial”.


Empresa substituirá pó de bebê à base de talco por amido de milho na composição do produto. (Foto: Reprodução/Exame)

Empresa substituirá pó de bebê à base de talco por amido de milho na composição do produto. (Foto: Reprodução/Exame)


“Avaliamos e otimizamos continuamente nosso portfólio para melhor posicionar os negócios para o crescimento de longo prazo”, disse a empresa em nota.

“Esta transição ajudará a simplificar nossas ofertas de produtos, fornecer inovação sustentável e atender às necessidades de nossos consumidores, clientes e tendências globais em evolução”.

Várias empresas que comercializam o pó de talco colocaram rótulos de advertência em seus produtos, mas a Johnson & Johnson argumentou que tal rótulo seria confuso, porque defendia seu produto.

Alguns estudos científicos mostraram que as mulheres têm um risco aumentado de câncer de ovário com o uso de talco na região genital, mas outras não.

Em virtude disto, ações foram movidas contra a empresa alegando que o amianto no pó de talco causa câncer.

Um júri de St. Louis emitiu um veredicto de US$ 4,7 bilhões contra a empresa em 2018, alegando que a empresa foi negligente e não alertou aos consumidores sobre possíveis riscos à saúde decorrentes do uso regular de seu talco.

“Nossa posição sobre a segurança de nosso talco cosmético permanece inalterada. Estamos firmemente por trás das décadas de análises científicas independentes por especialistas médicos de todo o mundo que confirmam que o talco Johnson’s Baby Powder é seguro, não contém amianto e não causa câncer”, disse no anúncio desta sexta-feira.

 

Foto destaque: Em 2023, Johnson & Johnson deixará de vender talco que é alvo de ações por composição cancerígena. Reprodução/CNN

Deixe um comentário

Lorena Bueri CEO, Lorena Bueri, madrinha perola negra lorena bueri, lorena power couple, lorena bueri paparazzi, Lorena R7, Lorena Bueri Revista Sexy, Lorena A Fazenda, Lorena afazenda, lorena bueri sensual, lorena gata do paulistão, lorena bueri gata do paulistão, lorena sexy, diego cristo, diego a fazenda, diego cristo afazendo