Notícias

Em 2023, Flávio Dino comandará o Ministério da Justiça e Segurança Pública

Senador eleito pelo Maranhão foi um dos cinco primeiros nomes anunciados pelo presidente eleito Lula para compor os ministérios no novo governo. Na suplência, Ana Paula Lobato ocupará a vaga do ex-governador do Maranhão no Senado Federal.

3 min de leitura
09 Dez 2022 - 19h00 | Atualizado em 09 Dez 2022 - 19h00

Nesta sexta-feira (9), o presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva (PT) anunciou alguns nomes que já eram cogitados para ocupar alguns dos ministérios do novo governo. Na oportunidade, o ex-governador e senador eleito pelo Maranhão, Flávio Dino, do Partido Socialista Brasileiro (PSB), foi anunciado como ministro da Justiça e Segurança Pública a partir de 2023.

Senador eleito e ex-governador do Maranhão, Flávio Dino comandará o Ministério da Justiça e Segurança Pública. (Foto: Reprodução/Portal R7)

Senador eleito e ex-governador do Maranhão, Flávio Dino comandará o Ministério da Justiça e Segurança Pública. (Foto: Reprodução/Portal R7)


Hoje, o Ministério da Justiça do governo Jair Bolsonaro, do Partido Liberal (PL), também incorpora a Segurança Pública, que pode voltar a ser uma pasta separada na gestão de Lula, o que ainda não foi definido.

Biografia

Flávio Dino, de 54 anos, é natural de São Luís, capital do Maranhão, estado onde construiu sua carreira política. Ele, que já foi juiz federal, governador do próprio Maranhão, deputado federal e, agora, senador eleito, tem experiência nos Três Poderes da República, o que é bem-visto pela equipe de Lula para intermediar negociações e eventuais conflitos que possam surgir no novo governo.

Flávio Dino é advogado e professor de Direito da Universidade Federal do Maranhão (UFMA) desde 1993. Tem mestrado em Direito Público pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) e deu aulas na Faculdade de Direito da Universidade de Brasília (UNB), de 2002 a 2006. 

Antes de entrar de vez na política, Flávio Dino foi juiz federal por exatos 12 anos e assumiu cargos ligados à magistratura, como secretário‐geral do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), presidente da Associação dos Juízes Federais do Brasil (Ajufe) e assessor da presidência do Supremo Tribunal Federal (STF).

Trajetória política

Em 2006, Flávio Dino deixou de lado a carreira jurídica, se filiou ao Partido Comunista do Brasil (PCdoB) e foi eleito deputado federal na época. Ele exerceu o mandato na Câmara dos Deputados entre 2007 e 2011. Nesse período, entrou na disputa pela prefeitura de São Luís, em 2008, e ao governo do Maranhão, em 2010. Ficou em segundo lugar nos dois pleitos.  

Depois do período como deputado, Flávio Dino foi presidente do Instituto Brasileiro de Turismo (Embratur), entre os anos 2011 e 2014. 

Em 2014, Flávio Dino entrou na briga pelo Palácio dos Leões - sede do governo maranhense, e conseguiu se eleger como governador do Maranhão. Foi reeleito em 2018 e ocupou o cargo até abril deste ano, quando se descompatibilizou para poder concorrer às eleições de outubro.

Com pouco mais de 2 milhões de votos (62,31%), Flávio Dino venceu a corrida ao Senado pelo Maranhão por seu novo partido, o Partido Socialista Brasileiro (PSB), e tem mandato eletivo até 2030.

Quem assumirá o lugar de Flávio Dino no Senado?

Com o anúncio oficial de que Flávio Dino comandará o Ministério da Justiça e Segurança Pública a partir de 2023, a representação do Maranhão no Senado será feita pela vice-prefeita de Pinheiro, Ana Paulo Lobato (PSB), de 38 anos.


Com apenas 38 anos, Ana Paula Lobato assumirá vaga de Flávio Dino no Senado Federal. (Foto: Reprodução/Portal R7)
Com apenas 38 anos, Ana Paula Lobato assumirá vaga de Flávio Dino no Senado Federal. (Foto: Reprodução/Portal R7)


Além de vice-prefeita, Ana Paula Lobato é enfermeira e empresária do ramo de aluguel de equipamentos e comércio de máquinas para construções. Ela é natural de Pinheiro, que fica na região da baixada maranhense, cidade onde o ex-presidente José Sarney, do Movimento Democrático Brasileiro (MDB), nasceu.

Casada com o deputado estadual Othelino Neto (PT-MA), ela tem dois filhos e é presidente do Grupo de Esposas de Deputados do Estado do Maranhão (Gedema), entidade com atuação de caráter filantrópico. No Senado, terá como companheiros de bancada a também senadora Eliziane Gama (Cidadania) e Weverton Rocha, do Partido Democrático Trabalhista (PDT).

Nascida em maio de 1984, ela será a mais jovem entre os 81 senadores brasileiros. Atualmente, quem ocupa o posto é Irajá Abreu (PSD-TO), que tem 39 anos.

Suplência

Pesaram para a escolha de Ana Paula Lobato para primeira suplência as ações realizadas por ela à frente da Prefeitura de Pinheiro quando o gestor municipal titular, Luciano Genésio, foi afastado por determinação do Tribunal Regional Federal (TRF) da 1ª Região, e a forte liderança do presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão (Alema),  Othelino Neto (PCdoB), com quem é casada.

Entre elas, celeridade à imunização adulta e infantil contra a Covid-19, reajuste do piso salarial dos professores, reabastecimento da rede pública municipal de saúde com medicamentos, insumos e equipamentos. Além disto, lançou o primeiro pregão eletrônico do município, abriu dados que estavam ocultos no Portal da Transparência, entregou capacetes ao mototaxistas, recuperou pontes, vistoriou e entregou várias obras do programa Pró-Asfalto.


Flávio Dino e Ana Paula Lobato. (Foto: Reprodução/Portal R7)Flávio Dino e Ana Paula Lobato. (Foto: Reprodução/Portal R7)


Nas redes sociais, Ana Paula Lobato celebrou o anúncio feito por Lula de que Flávio Dino comandará o Ministério da Justiça: “Tenho orgulho de fazer parte do seu grupo político e de sua vitória maiúscula nas urnas, após uma linda campanha por nosso estado. Lhe desejo êxito nesta nova missão como um grande líder, a quem tive a honra de ser companheira de chapa ao Senado”.

Além de Flávio Dino, outros nomes importantes foram anunciados para ocupar a Esplanada dos Ministérios a partir de 2023.

Confira:

  • Fernando Haddad, Ministério da Fazenda;
  • José Múcio, Ministério da Defesa;
  • Mauro Vieira, Ministério das Relações Exteriores;
  • Rui Costa, Casa Civil.

 

 

Foto destaque: Flávio Dino. Reprodução/Portal R7

Deixe um comentário

Lorena Bueri CEO, Lorena Bueri, madrinha perola negra lorena bueri, lorena power couple, lorena bueri paparazzi, Lorena R7, Lorena Bueri Revista Sexy, Lorena A Fazenda, Lorena afazenda, lorena bueri sensual, lorena gata do paulistão, lorena bueri gata do paulistão, lorena sexy, diego cristo, diego a fazenda, diego cristo afazendo