Notícias

Eleições 2022: PT oficializa a chapa Lula-Alckmin na disputa ao Planalto

A chapa Lula-Alckmin foi aprovada em convenção nesta manhã por unanimidade dos presentes. Participaram 16 dos 18 membros da executiva da Federação formada por PT, PCdoB e PV

3 min de leitura
21 Jul 2022 - 16h27 | Atualizado em 21 Jul 2022 - 16h27

Na manhã desta quinta-feira (21), o Partido dos Trabalhadores (PT) e a federação partidária Brasil da Esperança, formada pelas siglas, PT, PCdoB e PV, oficializaram a candidatura do ex presidente Luiz Inácio Lula da Silva ao Palácio do Planalto o evento foi em um hotel no Centro da capital paulista. Lula não participou do evento por estar em viagem pelo estado de Pernambuco.

O evento começou por volta das 10 horas da manhã em uma pequena sala do hotel, com membros da executiva nacional da legenda participaram do encontro a portas fechadas.

Após a convenção do PT, iniciou-se a reunião na convenção nacional com a presença dos dirigentes do PCdoB e PV, que vão apoiar a chapa nas eleições. Por volta de 11h30, a presidente do PT, Gleisi Hoffmann, permitiu a entrada da imprensa e anunciou oficialmente a candidatura do ex presidente Lula e do ex governador de São Paulo, Geraldo Alckmin.

"A primeira deliberação homologada é a indicação da candidatura à presidência de Luís Inácio Lula da Silva à presidência e de vice-presidência de Geraldo Alckmin. A segunda deliberação é a de coligação de PSOL Rede, PV e Solidariedade. A terceira é o número do candidato à presidência da República. Número 13, Lula", disse Gleisi.


Encontro entre dirigentes de PT, PSB, PCdoB e PV sobre federação foi divulgado pelas siglas (Foto Reprodução: Brasil de Fato)


Terminada a convenção, a presidente do PT voltou a afirmar durante coletiva de imprensa que o pleito de outubro "é uma eleição que traz elementos duros para a democracia brasileira, como o ódio e a violência

Gleisi falou também sobre aliança do PT com o PSB carioca. O PT havia fechado um acordo para apoiar Marcelo Freixo, com a condição do PSB apoiar a candidatura do petista e presidente da Alerj, André Ceciliano, ao Senado. Porém o PSB, quer lançar o deputado federal Alessandro Molon como candidato.

“A nossa aliança no Rio é com o PSB. Nós tínhamos um acordo para indicar uma candidatura ao senado. E isso daria força a essa chapa. Então nós queremos ter uma discussão séria com o partido a esse respeito."

Esta é a sexta eleição que Lula irá disputar a Presidência, será o primeiro candidato de uma federação partidária. A nova modalidade de aliança partidária criada em 2021, consiste na união de dois ou mais partidos que deverão atuar como se fossem um só por pelo menos quatro anos.

 

Foto Destaque: Lula e Geraldo Alckmin. Reprodução/Ricardo Stuckert.

Deixe um comentário

Lorena Bueri CEO, Lorena Bueri, madrinha perola negra lorena bueri, lorena power couple, lorena bueri paparazzi, Lorena R7, Lorena Bueri Revista Sexy, Lorena A Fazenda, Lorena afazenda, lorena bueri sensual, lorena gata do paulistão, lorena bueri gata do paulistão, lorena sexy, diego cristo, diego a fazenda, diego cristo afazendo