Notícias

Desfechos e justificativas: A semana conturbada de Monark

Novamente o ex-apresentor Bruno Aiub se justifica, alegando está alcoolizado durante o programa Flow Podcast quando defendeu um partido nazista no Brasil reconhecido por lei

3 min de leitura
14 Fev 2022 - 10h28 | Atualizado em 14 Fev 2022 - 10h28

A suposta apologia ao nazismo declarada por de Bruno Aiub durante o Flow Podcast movimentou a semana passada. O ex-apresentador tentou se justificar, alegando estar “alcoolizado” no momento do programa, porém sua explicação não foi bem aceita. Em apenas dois dias Aiub deixou de ser sócio e apresentador do programa, além de ter sido extremamente criticado nas redes sociais.



Mais uma justificativa do  ex-apresentador e, desta vez ,ele disse estar alcoolizado no momento do programa (Vídeo: Reprodução Twitter)


 

Declaração Sobre o Nazismo


O comentário de Monark apoiando a criação de um partido nazista no Brasil que fosse reconhecido por lei em conversa com os deputados federais Kim Kataguiri (DEM) e Tabata Amaral (PSB) em um episódio do Flow Podcast, provocou revolta em associações judaicas, patrocinadores e ex-convidados do programa.

"A esquerda radical tem muito mais espaço que a direita radical, na minha opinião. As duas tinham que ter espaço, na minha opinião” disse Bruno durante o diálogo no podcast. O então ex-apresentador, finalizou a sua ideologia dizendo “Eu acho que o nazista tinha que ter o partido nazista reconhecido pela lei”.

O podcaster foi rebatido pela parlamentar Tabata que afirmou que o nazismo coloca a população judaica em risco. "Liberdade de expressão termina onde a sua expressão coloca em risco coloca a vida do outro. O nazismo é contra a população judaica e isso coloca uma população inteira em risco", comentou.

 

 "As pessoas não têm o direito de ser idiotas?", questionou Bruno.



Parte do Episódio 545 que foi retirado do ar  (Vídeo: Reprodução Twitter)


 Fabricar, comercializar, distribuir ou veicular símbolos, emblemas e objetos de divulgação do nazismo, é considerado crime no Brasil,  conforme o artigo 1º da Lei 7.716/89. Caso seja caracterizado o ato de divulgar ou comercializar materiais com ideologia nazista, a pena pode variar em multa ou de um a três anos de prisão.

 

Após a pressão popular o Podcast Flow perdeu alguns de seus contrato

Durante o ocorrido, o Flow perdeu alguns contratos e futuros convidados inclusive o ex-presidente, atual candidato Lula, após temer por polêmicas de Monark. Entre as marcas que retiraram patrocínios estão o cartão de benefícios Flash e a FERJ (Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro), que havia firmado contrato para o Flow transmitir o Campeonato Carioca. O mesmo ocorreu com o site de apostas SportsBet, o site Fatal Model e Phillip Mead Store.

Além disso, mais de 30 pessoas que já haviam ido ao programa solicitaram que suas entrevistas fossem removidas do canal. Foi o caso do ator Dan Stulbach, o musico Tico Santa Cruz, a advogada Gabriela Prioli, o jornalista Benjamin Back, o cantor Lucas Silveira, o rapper MV Bill, o musico João Gordo e o artista musical Diogo Defante.

Após a declaração defendendo a criação de um partido nazista no Brasil reconhecido por lei, foi provocada sua saída do Flow Podcast

"Desligamento e perda de sociedade". Ao fim da tarde de terça-feira (8), a Estúdios Flow, responsável pelo Flow Podcast, anunciou o desligamento de Monark.

“Ao longo da nossa história, tratamos de temas sensíveis buscando promover conversas abertas sobre assuntos relevantes para a nossa sociedade, sem preconceitos ou ideias preconcebidas, pelo que acreditamos e defendemos. Reforçamos nosso comprometimento com a Democracia e Direitos Humanos, portanto, o episódio 545 foi retirado do ar. Comunicamos também a decisão que a partir de agora, o youtuber Bruno Aiub, o Monark, está desligado do Estúdios Flow.” Informou a produtora em nota oficial no twitter.



Nota Estúdios Flow  (Foto: Reprodução Twitter)


Monark aparecia como administrador da Flow Produção de Conteúdo Audiovisual LTDA, empresa responsável pelo podcast. O grupo tem como sócio a empresa IB Holding de Participações LTDA.

Igor Coelho, um dos sócios e apresentador do Flow, confirmou em live, ao lado do influenciador, que comprou a parte dele na sociedade. "A gente tinha meio a meio. O que irá acontecer, é que eu vou comprar a metade dele” [...] “Porque não acho que seja justo ele abrir mão de tudo isso", detalhou Igor.

A assessoria do Flow informou em uma declaração que os únicos sócios agora são Igor Rodrigues Coelho e Gianluca Santana Eugenio.


Foto Destaque: Bruno Aiub, ex-apresentador do Flow Podcast/ Reprodução: Uol 

Deixe um comentário

Lorena Bueri CEO, Lorena Bueri, madrinha perola negra lorena bueri, lorena power couple, lorena bueri paparazzi, Lorena R7, Lorena Bueri Revista Sexy, Lorena A Fazenda, Lorena afazenda, lorena bueri sensual, lorena gata do paulistão, lorena bueri gata do paulistão, lorena sexy, diego cristo, diego a fazenda, diego cristo afazendo