Tech

Desenvolvedora de Minecraft proíbe NFTs dentro do jogo

De acordo com a Mojang, NFTs criam espaços de exclusão que entram "em conflito com diretrizes e com o espírito do Minecraft" e afirma que tomou a decisão para "garantir que jogadores de Minecraft tenham uma experiência segura e inclusiva"

3 min de leitura
22 Jul 2022 - 14h15 | Atualizado em 22 Jul 2022 - 14h15

A Mojang, desenvolvedora de Minecraft, informou que não dará suporte a projetos em blockchain, como os NFTs. O estúdio, que pertence à Microsoft, proibiu também o uso de dinâmicas de comercialização de itens em criptomoedas. Segundo o comunicado, desenvolvedores estão desautorizados a utilizarem um dos jogos mais populares do mundo, como o design dos personagens, para criar projetos com NFTs.

"As tecnologias blockchain não podem ser integradas em nossos aplicativos de cliente e servidor, nem o conteúdo de Minecraft, como mundos, skins, itens de persona ou outros mods, pode ser utilizado por tecnologia blockchain para criar um ativo digital escasso", afirmou a Mojang no comunicado.

De acordo com a desenvolvedora, os tokens não-fungíveis criam espaços de exclusão que entram em conflito com diretrizes e com o espírito do Minecraft. A empresa afirma que tomou a decisão para "garantir que jogadores de Minecraft tenham uma experiência segura e inclusiva".


NFTs e universo dos games. Foto: Reprodução/Mercado Bitcoin.


Segundo Caroline Nunes, CEO da InspireIp, empresa que lançou a Origgio, as declarações da Mojang colocam a blockchain e os NFTs como vilões, dando a entender que não são tecnologias seguras e explica que não é bom que a indústria de games seja resistente aos NFTs. “A ironia é que as NFTs trazem muito mais poder para os jogadores, na medida em que permitem que eles realmente possuam os itens comprados dentro dos jogos”, afirmou Caroline.

“NFTs geram escassez e, consequentemente, estímulo, não exclusão. Um jogo como Minecraft, onde existem infinitas possibilidades de criação, geraria mais incentivo para seus usuários expressarem e monetizarem sua arte na forma de gameplay.” diz Jhoniker Braulio, CEO da First Phoenix, empresa brasileira de desenvolvimento de jogos eletrônicos.

Após a divulgação do comunicado, a moeda digital que utiliza Minecraft para comercialização de criptoativos, enfrentou uma queda de 70% no valor.

 

Foto destaque: Minecraft é um dos jogos mais populares do mundo. Reprodução/Forbes Brasil.

Deixe um comentário

Lorena Bueri CEO, Lorena Bueri, madrinha perola negra lorena bueri, lorena power couple, lorena bueri paparazzi, Lorena R7, Lorena Bueri Revista Sexy, Lorena A Fazenda, Lorena afazenda, lorena bueri sensual, lorena gata do paulistão, lorena bueri gata do paulistão, lorena sexy, diego cristo, diego a fazenda, diego cristo afazendo