Notícias

Defesa de Bruno Krupp, desiste de pedido que alega incompetência do Tribunal do Júri

Além de retirar a alegação inicial feita ao Tribunal do Júri,a defesa do modelo também pede que seja revogada a prisão de Bruno, que está sendo acusado por homicídio doloso.

3 min de leitura
15 Ago 2022 - 14h45 | Atualizado em 15 Ago 2022 - 14h45

A defesa do modelo Bruno Krupp, acusado de ter atropelado e provocado a morte do adolescente João Gabriel, de 16 anos, na Avenida Lúcio Costa, na Barra, no último dia 30, desistiu do pedido de reconhecimento de incompetência do Tribunal do Júri para julgar o processo. No pedido de habeas corpus requerendo o fim da prisão preventiva do modelo, os advogados de Bruno defenderam a tese de que "o atropelamento se tratou de um acidente, que não houve dolo eventual e que, por isso, o processo não deveria tramitar no Tribunal do Júri".


Bruno Krupp (Foto: Reprodução/Divulgação)


Entretanto, no dia 8 de agosto, a defesa de Bruno desistiu de questionar o fato do processo estar tramitarlndo na 4ª Vara Criminal da Capital, onde tem a autoridade para julgar crimes dolosos, quando a intenção de matar. No dia 10, a desembargadora Kátia Maria Amaral Jangutta, da 2ª Câmara Criminal do Rio, homologou o requerimento de desistência e, agora, estuda sobre o pedido de revogação da prisão de Bruno.

Entenda o caso

O modelo, Bruno Fernandes Krupp, de 25 anos, teve sua prisão preventiva decretada após ter atropelado um adolescente de 16 anos no sábado (30), na região da Barra, no Rio de Janeiro.

João Gabriel Cardin Guimarães, conseguiu ser socorrido com vida pelo Corpo de Bombeiros, que ainda tiveram que amputar a coxa esquerda do jovem ainda no local. Ele deu entrada no hospital municipal Lourenço Jorge, na Barra da Tijuca, porém não resistiu aos ferimentos e morreu no domingo (31).


Bruno Krupp e João Gabriel Cardin Guimarães (Foto: Reprodução/Divulgação)


Bruno teve ferimentos leves, e também foi levado ao hospital.

Segundo a Polícia Militar o acidente aconteceu na Av. Lucio Costa, na Barra, por volta de 22h50.

O adolescente estava atrevessando a via qiando foi atingido pela moto conduzida por Krupp.

As câmeras gravaram momentos antes do acidente, e mostra que o modelo estava pilotando em alta velocidade.

De acordo com a Secretaria de Estado de Polícia Civil, o caso foi inicialmente registrado em uma delegacia na Barra da Tijuca como lesão corporal na direção de veículo automotor, mas, com a morte da vítima, o caso passa a ser investigado agora como homicídio culposo.

Modelo não tinha permissão para dirigir e foi pego em blitz

Além desse processo da morte de João Gabriel, Bruno Krupp ainda é acusado de ter estuprado 40 mulheres.

 

Foto destaque: Bruno Krupp. Reprodução/Divulgação

Deixe um comentário

Lorena Bueri CEO, Lorena Bueri, madrinha perola negra lorena bueri, lorena power couple, lorena bueri paparazzi, Lorena R7, Lorena Bueri Revista Sexy, Lorena A Fazenda, Lorena afazenda, lorena bueri sensual, lorena gata do paulistão, lorena bueri gata do paulistão, lorena sexy, diego cristo, diego a fazenda, diego cristo afazendo