DJ Bárbara Labres conta sobre assédio no início da carreira

Publicado 28 de Oct de 2020 às 12:43

A DJ Bárbara Labres, conhecida por seus affairs com famosos, deu uma entrevista para a Quem e contou sobre um episódio de assédio que sofreu. Na época, com 19 anos, a artista contou que foi vítima de um empresário mais velho que a trouxe para o Rio de Janeiro. A DJ preferiu não revelar o nome do seu assediador, mas contou o que aconteceu.

Leia Mais: Mayra Cardi surpreende mais uma vez e presenteia funcionário com apartamento mobiliado

Bárbara conta que o empresário se aproveitou de sua inocência e fragilidade. "Ele me elogiou e falou com a minha mãe ao telefone e se responsabilizou pela mudança. Depois de duas semanas no Rio, ele me colocou contra a parede e tentou me agarrar dentro da casa dele. Eu chorava todo dia de saudade da minha família e reforcei que estava aqui para trabalhar. Se fosse para ficar de p*taria, eu ficaria na minha cidade na aba dos meus pais. Logo depois, ele não forçou nada e me 'respeitou'", contou a DJ.

Após o ocorrido, a DJ conta que chegou a ser ameaçada pelo mesmo homem. "Ele queria que eu assinasse contrato e eu disse que não iria porque já tinha visto a forma que ele tratava as pessoas, e não era o que eu queria para mim. Eles disse ‘se você não trabalhar com a gente, não trabalha com ninguém porque a gente manda no Rio de Janeiro’. Falei ‘Você vai ver’. Ralei para caramba e consegui chegar onde estou", desabafou feliz a artista.


A DJ já possui vários hits de sucesso como Hoje É Rave com MC WM. (Foto: Reprodução/ Instagram)


Labres lembrou que reencontrou seu abusador no Rock in Rio 2019. "Trombei com ele. Me deu muita raiva, respirei fundo, mas eu sou grata porque se não fosse ele eu não teria saído de casa e conseguido tudo que consegui. Nunca fui deslumbrada. Sempre quis ter as coisas com meu trabalho, porque o que é meu ninguém tira", celebrou Bárbara.

A Dj também lembra de seus momentos de luta, antes da fama: "Sou do interiorzão. Quando cheguei no Rio e vi tanto prédio, tanta gente, me assustei com a realidade e com a cidade. O custo de vida é muito maior. Vim com uma mochila e R$ 800. Passei perrengue por muito tempo. Fiquei dois anos dormindo no chão. Guardava dinheiro para pagar o aluguel, depois pensava em comer. Já estou aqui há seis anos. Pensava em desistir, em voltar para a minha família porque me sentia amparada. Foi aí que a Globo me chamou para tocar na final do The Voice Kids e tudo mudou".

(Foto Destaque: DJ Bárbara Labres conta sobre assédio no início da carreira. Reprodução/ Instagram)

Deixe um comentário