Saúde

Conheça os tipos e os riscos da hepatite

Hepatite é o termo utilizado para descrever a inflamação do fígado. Geralmente é o resultado de uma infecção viral ou dano hepático causado pelo consumo de álcool, cada um deles responsável por um dos tipos da doença.

3 min de leitura
28 Jul 2022 - 16h26 | Atualizado em 28 Jul 2022 - 16h26

A hepatite é um termo geral usado para descrever a inflamação do fígado. Essa inflamação pode ser causada por vários vírus (hepatite viral), produtos químicos, drogas, álcool, certos distúrbios genéticos ou por um sistema imunológico hiperativo que ataca erroneamente o órgão, chamado de “hepatite autoimune”.

Dependendo do seu curso, a hepatite pode ser aguda, que se inflama de repente e depois desaparece, ou crônica, que é uma condição de longo prazo geralmente produzindo sintomas mais sutis e danos hepáticos progressivos.

Existem cinco vírus que causam as diferentes formas de hepatite viral: hepatite A, B, C, D e E. A hepatite A é principalmente uma doença transmitida por alimentos e pode ser transmitida através de água contaminada e alimentos não lavados. É o mais fácil de transmitir, especialmente em crianças, mas também é o menos provável de danificar o fígado e é geralmente leve e é completamente resolvido dentro de seis meses.

A hepatite B pode ser transmitida através da exposição a sangue contaminado, agulhas, seringas ou fluidos corporais e de mãe para bebê. É um distúrbio crônico e, em alguns casos, pode levar a danos hepáticos em longo prazo, câncer de fígado e cirrose hepática após muitos anos de transmissão do vírus.

A hepatite C só é transmitida através do sangue infectado ou da mãe para o recém-nascido durante o parto. Também pode levar a câncer de fígado e cirrose com o passar do tempo. A hepatite D só é encontrada em pessoas que também estão infectadas com hepatite B.

A hepatite E é encontrada predominantemente na África, Ásia e América do Sul. Certos medicamentos geralmente seguros podem ser tóxicos para o fígado e causar hepatite (hepatite induzida por drogas) quando tomados em excesso ou em doses muito altas. Esses incluem paracetamol (Tylenol) e até vitamina A. É importante verificar com o pediatra sobre a dosagem adequada para a criança.


Amarelecimento dos olhos pode ser um sintoma de hepatite. (Foto/Reprodução/EDH)


A hepatite de curto prazo (aguda) muitas vezes não apresenta sintomas perceptíveis, então a pessoa pode não perceber que tem. Se os sintomas se desenvolverem, podem incluir: dor muscular e articular; alta temperatura corporal; sentir-se e/ou estar doente; sentir-se cansado o tempo todo; ter sensação geral de mal-estar; perda de apetite.

Além desses, a pessoa pode apresentar dor de barriga, urina escura, palidez na cor das fezes, coceira na pele e amarelecimento dos olhos e da pele (icterícia).

A hepatite de longo prazo (crônica) também pode não ter sintomas óbvios até que o fígado pare de funcionar corretamente (insuficiência hepática) e só possa ser coletado durante os exames de sangue. Nos estágios posteriores, pode causar inchaço nas pernas, tornozelos e pés, confusão e sangue nas fezes ou vômito.

Já a hepatite alcoólica é um tipo de hepatite causada pelo consumo excessivo de álcool durante muitos anos. A condição é comum e muitas pessoas não percebem que a tem. Isso ocorre porque geralmente não causa sintomas, embora possa causar icterícia súbita e insuficiência hepática em algumas pessoas.

Parar de beber geralmente permitirá que o fígado se recupere, mas há um risco de eventualmente desenvolver cirrose, insuficiência hepática ou câncer de fígado caso a pessoa continue a beber álcool em excesso. O risco de desenvolver hepatite alcoólica pode ser reduzido controlando o quanto bebe.

Por fim, a hepatite autoimune é uma causa rara de hepatite em longo prazo, na qual o sistema imunológico ataca e danifica o fígado. Eventualmente, o órgão pode ficar tão danificado que deixa de funcionar corretamente. O tratamento para hepatite auto-imune envolve medicamentos muito eficazes que suprimem o sistema imunológico e reduzem a inflamação. Não está claro o que causa a hepatite autoimune e não se sabe se algo pode ser feito para evitá-la.

 

Foto destaque: A hepatite é a inflamação do fígado. (Reprodução/iTok)

Deixe um comentário

Lorena Bueri CEO, Lorena Bueri, madrinha perola negra lorena bueri, lorena power couple, lorena bueri paparazzi, Lorena R7, Lorena Bueri Revista Sexy, Lorena A Fazenda, Lorena afazenda, lorena bueri sensual, lorena gata do paulistão, lorena bueri gata do paulistão, lorena sexy, diego cristo, diego a fazenda, diego cristo afazendo