Notícias

Como o furacão que se aproxima dos EUA pode afetar preços do petróleo

Foi necessária a evacuação de 12 plataformas de produção no Golfo; Tempestade atingiu Cuba nesta madrugada e chega à Flórida amanhã. Ventos da tempestade de categoria 4 chegam até 200 km\h.

3 min de leitura
27 Set 2022 - 20h43 | Atualizado em 27 Set 2022 - 20h43

Na manhã desta terça-feira (27) os preços do petróleo subiram 2,4% embora permaneçam perto dos mínimos de oito meses e caíram acentuadamente na semana passada. Não é de se esperar que o furacão Ian represente uma grande ameaça ao abastecimento nacional de gasolina e petróleo, apesar que a tempestade de categoria três inviabilize parte da produção de petróleo no Golfo do México.

O furacão está cada vez mais próximo do oeste e centro da Flórida com ventos fortes de 200 km\h.

Porém, ainda há possibilidade de problemas com o abastecimento causados pela tempestade, o furacão Ian não parece ser um grande risco para o abastecimento nacional de petróleo em grande parte já que a Flórida não é um grande produtor ou refinador.

Vale ressaltar que o centro de refinarias e produtores da costa do Golfo não está no caminho da tempestade como previsto.

Os meteorologistas dizem que o caminho do furacão permanece incerto e tendo uma mudança para o oeste mudaria as coisas, deixando de lado a produção adicional de petróleo no Golfo e no centro vital de refinarias do país no Texas e Louisiana.


NASA libera imagem do furacão Ian filmado pela ISS (Divulgação/CIRA)


Em nota, Bob Mcnally, presidente da consultaria Rapidan Energy Group, disse “O maior risco seria se o caminho mudasse e virasse para o oeste, Até agora, não vejo muito impacto.”

Na última segunda-feira (26) A Chevron e a BP anunciaram a evacuação pessoal dos campos offshore de petróleo e gás natural no Golfo do México por causa do furacão Ian. Essas evacuações corromperam mais de 400 mil barris por dia de produção de petróleo, representando 27% da produção de petróleo do Golfo.

Para contextualizar, isso equivale a menos de 5% da produção diária total de petróleo dos EUA. Especialistas dizem que é possível que haja atrasos na entrega de gasolina, diesel e combustível de aviação para o mercado da Flórida devido ao furacão, especialmente se os terminais de produtos refinados em Tampa, na Flórida, forem danificados por ventos fortes e inundações. Inundações essas que podem ser severas e deixarem os terminais offline por semanas.

Analistas também afirmam que o aumento dos preços do petróleo pode ser parcialmente uma resposta a essas paralisações das plataformas do Golfo do México.

Os preços da gasolina subiram nas últimas semanas, embora essa tendência tenha começado antes da formação do furacão. Segundo a AAA (Associação Automobilística Americana, a média nacional de gasolina comum agora é de US$ 3,75 por galão, acima da recente baixa de US$ 3,67.

Foto Destaque: Furacão Ian. Reprodução: Getty images.

Deixe um comentário

Lorena Bueri CEO, Lorena Bueri, madrinha perola negra lorena bueri, lorena power couple, lorena bueri paparazzi, Lorena R7, Lorena Bueri Revista Sexy, Lorena A Fazenda, Lorena afazenda, lorena bueri sensual, lorena gata do paulistão, lorena bueri gata do paulistão, lorena sexy, diego cristo, diego a fazenda, diego cristo afazendo